Escolha uma Página

Está promete ser a Copa das Copas. Pelo menos é o que garante dirigentes da FIFA empolgados com o recorde histórico de pedidos de ingressos.

Até o momento, foram mais de 11 milhões de solicitações recebidas para cerca de 3,1 milhões de bilhetes disponíveis. Para comparar, em 2010, na África do Sul, foram 1,8 milhões de pedidos e 381 mil bilhetes vendidos. Em 2006, na Alemanha, foram 8 milhões de solicitações recebidas e 652 mil vendas.

No Brasil, foram vendidas até agora um total de 2.961.911 entradas, das quais 2,2 milhões diretamente para o público geral através do site FIFA.com. Segunda dados divulgados, 60% dos bilhetes foram adquiridos por brasileiros e 40% por torcedores do resto do mundo. Após o Brasil (1.363.179 ingressos comprados), os Estados Unidos lideram o ranking internacional (com 196.838 entradas), seguidos de Argentina (61.021), Alemanha (58.778), Inglaterra (57.917), Colômbia (54.477), Austrália (52.289), Chile (38.638), França (34.865) e México (33.694).

Na madrugada da última quarta-feira, a Fifa disponibilizou um novo lote de 180 mil ingressos para todos os jogos da Copa do Mundo 2014. A venda pela internet foi marcada pela lentidão no servidor e muitas reclamações de internautas nas redes sociais, que não conseguiam concluir a compra. Outros afirmavam que nem chegavam à tela de venda do site.

Não menos confusa foi a venda de ingressos nos pontos fixos. Sobraram corre-corre, empurrões e muitas reclamações dos torcedores que tinham a esperança de garantir um ingresso. O motivo de maior reclamação foi que muitas pessoas ficaram desapontadas pois passaram a madrugada inteira na fila e, às 9h, quando os postos abriram ficaram sabendo que os ingressos para alguns jogos já estavam esgotados por conta da venda pela internet. Exemplo são as partidas de abertura, a final e as semifinais que estão esgotadas.

Para quem ainda quer assistir de perto o mundial, informamos que restam poucos ingressos a venda. Há bilhetes para apenas 27 dos 64 jogos. Alguns jogos que serão realizados em Fortaleza e Cuiabá estão entre os menos procurados: Uruguai x Costa Rica (Fortaleza), Gana x EUA (Natal), Rússia x Coreia do Sul (Cuiabá), Nigéria x Bósnia (Cuiabá), Japão x Colômbia (Cuiabá), Grécia x Costa do Marfim (Fortaleza), Honduras x Suíça (Manaus) e Bósnia x Irã (Salvador).05282013_820_ingresso_confederacoes_modelo_0

Esperança

Quem ainda sonha em conseguir um cobiçado bilhete para os jogos que já estão com venda de ingressos esgotados deve ficar atento. A FIFA explica que há potenciais revendas e compras não concluídas que podem resultar em novos ingressos à disposição do público. Para isto, basta acessar a página FIFA.com/ingressos.

Venda paralela

Quem não conseguiu o tão sonhado ingresso pode ser presa fácil para golpistas, fraldes e cambistas que atuam na internet. Os turistas são as maiores vítimas e aceitam realizar pagamentos em dólares e euro muito acima do valor de venda real pela FIFA.

Além disto, alguns sites já realizam leilões online com preços exorbitantes por um ingresso. Os mais procurados são, obviamente, partidas do Brasil, abertura e final do Mundial.

Nas redes sociais, a troca e/ou comercialização paralela de ingressos também ocorre. Já existem até grupos criados para este fim, como o “Ingressos Copa do Mundo 2014”, onde é preciso pedir autorização para fazer parte do grupo.

A FIFA alerta que é crime vender ingressos por preço superior ao indicado no bilhete e os cambistas que forem pegos, podem pegar uma pena de até quatro anos de prisão.

 

%d blogueiros gostam disto: