Arquivo da tag: uruguai

Palpitômetro – saldo grupos C e D

Continuando com as conclusões do palpitômetro, hoje serão os grupos C e D

Grupo C

Colômbia empata com a Grécia
Resultado – Colômbia 3 x 0 Grécia

Costa do Marfim vence Japão
Resultado – Costa do Marfim 2 x 1 Japão

Colômbia empata com a Costa do Marfim
Resultado – Colômbia 2 x 1 Costa do Marfim

Japão perde para Grécia
Resultado – Japão 0 x 0 Grécia

Grécia perde para Costa do Marfim
Resultado – Grécia 2 x 1 Costa do Marfim

Colômbia vence Japão
Resultado – Colômbia 4 x 1 Japão
Classificação(palpite)

Costa do Marfim – 7 pontos
Colômbia – 5 pontos
Grécia – 4 pontos
Japão – 0 ponto

Classificação(real)

Colômbia – 9 pontos
Grécia – 4 pontos
Costa do Marfim – 3 pontos
Japão – 1 ponto
Análise dos palpites – Sem dúvida fiquei surpreso em como a Colômbia conseguiu superar bem a falta da sua estrela maior, Falcão Garcia, e atropelar todos seus adversários. Por outro lado decepcionado com a campanha da Costa do Marfim, que na última chance dessa geração de fazer um bom papel, parece que o ego de novo falou mais alto. Grécia se aproveitou disso e passou pela primeira vez de fase e o Japão foi pífio, como esperado.
Grupo D

Uruguai vence Costa Rica
Resultado – Uruguai 1 x 3 Costa Rica

Inglaterra empata com a Itália
Resultado – Inglaterra 1 x 2 Itália

Uruguai Vence a Inglaterra
Resultado – Uruguai 2 x 1 Inglaterra

Itália vence a Costa Rica
Resultado – Itália 0 x 1 Costa Rica

Itália empata com o Uruguai
Resultado – Itália 0 x 1 Uruguai

Costa Rica perde para a Inglaterra
Resultado – Costa Rica 0 x 0 Inglaterra

Classificação(palpite)

Uruguai – 7 pontos
Itália – 5 pontos
Inglaterra – 4 pontos
Costa Rica – 0 ponto

Classificação(real)

Costa Rica – 7 pontos
Uruguai – 6 pontos
Itália – 3 pontos
Inglaterra – 1 ponto
Análise dos palpites – certamente o grupo que derrubou todo mundo. Não dá nem pra considerar que realmente tenha sido um erro de avaliação, porque acredito que nem os próprios costa-riquenhos acreditavam em uma campanha fabulosa como essa em um grupo tão difícil. Surpreendente o fato de a seleção italiana não ter empatado nenhum jogo e o Uruguai como imaginei levou os jogos mais na raa do que na técnica. Inglaterra continua sendo pífia, apesar de essa copa ter superado os limites.

 

Saldo

12 partidas

3 acertos

9 erros

 

Prêmio Felipe-De Jong, copa 2014

Passados alguns jogos da copa, já pudemos notar que alguns jogadores incorporaram dois “mitos” da copa passada na arte de serem burros e violentos(a maioria de forma totalmente gratuita), então está lançada a campanha para o troféu “Felipe-De Jong” copa 2014 para aquele jogador camarada(principalmente com o adversário) e que no momento que o time mais precisa… é expulso e joga o planejamento do técnico para o espaço, faz o time se desdobrar para compensar a falta de um em campo, entre outros benefícios para o time…

Apenas para relembrar os feitos de quem dá nome ao prêmio:

De Jong e sua voadora no peito:

Felipe Melo “amaciando” o Robben:

 

Claro que além do lançamento do prêmio, já temos alguns candidatos em potencial
De Jong(menção honrosa) – em dois jogos já deixou sua “marca” em boa parte de espanhóis e australianos, porém conta com a simpatia da arbitragem, pois sequer amarelo levou.

Pepe – o favorito até o momento depois daquele lance épico de dar uma cabeçada no jogador Müller, que estava caído, se Portugal for mais longe, grandes chances de mais momentos como aquele, sem contar que o time já perdia por 2 a 0 e acabou goleado por 4 a 0, com grande participação dele.

Muntari – mais um daqueles que calça ferraduras para entrar em campo, chega quebrando sem dó, talvez pensando estar jogando rugby

Palacios – hondurenho genial, que no momento que seu time conseguia segurar a França, faz um pênalti, é expulso(tinha tomado amarelo por falta violenta antes) e torna-se um dos responsáveis principais pela goleada 3 a 0 que Honduras levou.

Maxi Pereira – Não bastou o vexame de perder para a Costa Rica, ele ainda pega e chuta o jogador deles depois dos 45 do segundo, prejudicando o time para o próximo jogo.

Song – O time camaronês, que já é ruim, perdia para a Croácia e ao invés de ele acalmar o time, dá um soco nas costas do jogador croata ainda e vai embora mais cedo.
Estamos de olho para selecionar o grande “astro” desse mundial, isso porque ainda nem terminou a primeira fase…

Palpitômetro – Grupo D

Hoje é dia do grupo que, para mim, renderá os melhores jogos da fase, e também o grupo do maior coitado da copa. O grupo conta com os seguintes times:

Uruguai, Itália, Inglaterra e Costa Rica(pobre seleção)

Uruguai x Costa Rica

Não tinha melhor estreia para o Uruguai, que ainda está na espera de contar com um dos seus grandes craques(Luis suaréz) nas melhores condições para os duelos duríssimos contra Itália e inglaterra. A partida vai acabar servindo para ver a real condição dele e também para dar mais ritmo de jogo ao mesmo. A Costa Rica não chega com um time que tenha jogadores que chamem atenção, talvez apenas o Bryan Ruiz, que joga no PSV atualmente, mas mesmo assim é muito pouco para enfrentar seleções com craques de nível mundial.

A Costa Rica vai tentar até engrossar nessa estreia, contando até com a questão do Uruguai entrar mais pressionado por fazer um bom resultado contra o time mais fraco do grupo, porém não resistirá muito tempo a pressão da celeste e saíra derrotada.

Inglaterra x Itália

Clássico que poderia ser das fases mais agudas da competição, será(para a sorte dos torcedores) o jogo de estreia de ambas seleções. Interessante ver o fato de que teremos uma Itália renovada, com vocação ofensiva, algo que não é muito comum de se ver, muito em função do excelente treinador Cesare Prandelli, além claro da defesa, que continua segura como sempre. A Inglaterra por sua vez vem bastante renovada, com muitos jogadores jovens e estreantes em copas. A Inglaterra é aquela seleção que até hoje chega com crédito mais pelo histórico de campeã do mundo e pelo campeonato forte do que propriamente por fazer campanhas que façam jus a tal status, porém é inegável que essa geração tem muito potencial, com a base do Liverpool, que apesar do vice campeonato, foi o time que mais chamou a atenção na Premier League.

Jogo muito duro para ambos os lados e até pela pressão da estreia e risco de em caso de derrota já praticamente ter a sorte selada na chave, o jogo caminhará para um empate.

Uruguai x Inglaterra

Outro dos grandes jogos desse grupo(sem dúvida isso não faltará aqui). Uruguai já tendo feito sua parte no jogo “obrigação” chega aqui procurando deixar bem encaminhada sua classificação para a próxima fase, ao passo que a Inglaterra sabe que o empate do primeiro jogo, apesar de não ter sido dos piores resultados, pode fazer falta no final, então vãi partir pra cima, buscando a vitória em cima dos Sul-americanos.

Jogo que vai pesar a maior experiência dos uruguaios, que conseguirão uma vitória apertada frente aos ingleses.

Itália x Costa Rica

Outro dos jogos onde o torcedor mas solidário sentirá pena da Costa Rica. O time italiano entrará com uma formação bem ofensiva(diferente da atual, que conta apenas com o Balotelli na frente) como forma de já ter uma vantagem em eventual empate na pontuação final.

Itália ganha fácil dos costa-riquenhos, mas sem conseguir um placar tão elástico, apenas o suficiente para uma vitória sem sustos.

Itália x Uruguai

O clássico final do grupo, deverá ser uma decisão pelo primeiro lugar da chave, pois o Uruguai já chega praticamente classificado depois das duas vitórias e a Itália bem encaminhada pela vitória e empate.

Considerando principalmente o estilo das duas seleções, outro jogo que promete um empate com gols, pois além das defesas fortes, o ataque(principalmente uruguaio), mostra que vem com um bom poder de fogo.

Costa Rica x Inglaterra

Outro jogo para a seleção costa riquenha sofrer nesse grupo. Novamente vai tentar ao menos complicar a vida de um dos campeões mundiais, mas como nos outros jogos, não será páreo.

Inglaterra deve ganhar sem muitas dificuldades, porém a derrota em um dos duelos entre os grandes, determinará sua sorte na competição.

Classificação final

Uruguai – 7 pontos
Itália – 5 pontos
Inglaterra – 4 pontos
costa Rica – 0 pontos

Palmas para o futebol

Eu preferi não escrever logo depois do jogo de ontem porque fui pra balada não queria analisar o jogo sob fortes emoções.

Depois de sentar, respirar dar risada assistir ao jogo do Brasil de hoje, vibrar com a Venezuela, ler tudo o monte de besteira que foi escrito sobre o jogo de ontem, finalmente vou sair do muro formei uma opinião sobre a partida.

Não dá pra ficar analisando taticamente, jogo no qual sai gol aos 5 minutos de partida muda tudo, todo o planejamento que foi feito para os 90 minutos vai por água abaixo e as equipes vão se moldando conforme o desenrolar.

Acho que o Uruguai bateu muito e arbitragem foi complacente; o Messi começou muito bem e caiu, até porque é desesperador vê-lo tocando e ninguém devolvendo a bola redonda pra ela; o Forlán e o Suarez jogaram demais; o Musleira, historicamente frangueiro, teve sua noite de herói; o Tevez poderia ter feito aquele fol de falta e ser o herói da partida também; a Argentina não soube se aproveitar do jogador a mais; o Uruguai foi mais perigoso mesmo com jogador a menos; bola aérea na defesa argentina é certeza de emoção; o Lugano poderia ter feito um belo gol de cabeça por cobertura…

Percebem quantas emoções e possibilidade tivemos em 120 minutos de futebol? Isso, meus caros, é futebol (e não o papelão que a Seleção Brasileira fez hoje, viu, Neymar?). Um jogo eletrizante, tenso, polêmico, histórico, épico! Duvido que alguém tenha conseguido assistir ao jogo sem tomar partido por alguma das seleções, não dava para ver sem torcer. É por jogos como este que amamos o futebol.

Acredito que independente do resultado, das causas e consequências que a partida trará, quem ganhou ontem, abusando do chavão, foi o torcedor.

Este foi, para mim, disparado, o melhor jogo de 2011 até aqui. E vocês, o que acharam?