Arquivo da tag: thiago silva

Evoluímos?

Jogando contra a Colômbia, o Brasil finalizou seu ano de 2012(superclássico não conta pra mim, para a preparação) com um
empate em 1 a 1.

Vendo esse último jogo, tenho sérias dúvidas quanto a real evolução da seleção brasileira durante esse ano. O time fez
diversos jogos de nível medonho, como Gabão, China, Iraque, África do Sul, Costa Rica… Os melhores foram contra Suécia,
México, Eua, Argentina(único realmente alto nível), Japão(que não é nada especial, mas está em nível acima dos outros
citados primeiro) e a própria Colômbia.

Saldo dos jogos de médio/alto nível: 3 vitórias, 1 empate e 2 derrotas.

Olhando assim até parece que o saldo foi positivo, porém se considerarmos que dentre as 3 vitórias, era uma Suécia sem o
Ibrahimovic(ou seja sem mais de meio time) e os jogos que não ganhou foram justamente contra os times mais fortes, chegamos
a questão: o que melhorou?

Vemos agora parte da imprensa puxa-saco dizendo que o Mano descobriu o esquema sem o “camisa 9”, porém ele foi testado
contra quem efetivamente? Apenas contra a Colômbia e não funcionou, pois o time sem referência não conseguia chegar com
perigo efetivamente. Funcionar contra times de “alto nível” como Iraque e China é uma coisa, porém esse esquema contra
França, Holanda, Alemanha, Espanha, etc é garantia de fracasso.

Uns podem dizer: a Espanha e Barcelona jogam assim… Se o meio do Brasil tivesse Xavi, Iniesta, Fábregas, Silva e xabi
Alonso(Espanha) e Messi(Barcelona), poderíamos começar a comparar… porém é até injusto com boa parte dos jogadores do
Brasil que ainda estão amadurecendo(casos de Neymar, Oscar, Lucas) em comparação a jogadores consagrados mundialmente e até
campeões mundiais.

A olimpíada foi mais uma prova de que o Mano é completamente perdido no comando, pois o time chegou até a final
principalmente graças as individualidades, pois o time jogava sem padrão e ia na base dos chutões e jogadas individuais
passando pelos adversários(conste-se que além de tudo, o único realmente de bom nível foi o México, justamente para quem
perderam.)

Com medo de perder o emprego, ele optou apenas por amistosos que nada trazem de benéfico ao time e aparentemente até a Copa
das Confederações, esse cenário não deve se alterar, porém lá não terá como escapar, pois fatalmente o Brasil cruzará com
Uruguai, Espanha ou Itália e aí sim saberemos o real nível desse time.

Olhando a parte positiva, vemos o Neymar jogando mais solto(aparentemente acostumou-se mais com o peso de ser cobrado), o
Oscar jogando muito mais do que o Ganso já jogou na seleção e a defesa que está pronta e no mínimo é das 3 melhores do
mundo(se não for a melhor) com o Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo, porém isso não é mérito do Mano, ele só
fez o óbvio.

A seleção ao menos saiu do zero, porém o avanço que ela teve foi muito pouco em relação ao ponto que ela já deveria estar
ao final da metada da preparação para a Copa 2014 e a não ser que em 2013 a coisa mude de forma drástica, dependeremos de
individualidades para fazer um bom papel no Mundial

E agora Mano?

Talvez contrariando muitas expectativas(inclusive a minha) o Brasil conseguiu perder a medalha de ouro que tão certa parecia para o México por 2 a 1. E devo dizer que com muita parcela de “méritos” do Mano.

Virou lugar comum jogar a culpa toda no Mano, todos passaram praticamente os dois últimos dias o fazendo, mas a pergunta que fica: é exagero? eu diria: NÃO!

Talvez o maior erro dele tenha sido o de justamente querer comandar essa seleção, pois os méritos do time ter chegado até lá com digamos um “grupo” eram todos do Ney Franco, que usou praticamente a mesma base durante todo período que comandou as seleções de base, porém na hora das olimpíadas, o Mano fez questão de assumir e creio q talvez essa tenha sido sua falha decisiva(acho muito improvável que ele chegue a copa).

O time perdeu o jogo coletivo que marcava essa seleção do Ney Franco e o time dependia apenas de jogadas isoladas do trio Neymar-Oscar-Damião, porém em um jogo que o coletivo era decisivo, os 3(que além de tudo estavam em um dia pouco inspirado), foram presas fáceis para a defesa mexicana, afinal eles dependiam de dominar bolas lançadas para eles e se virarem no ataque.

Além de todo esse problema, creio que chegamos a uma injustiça: o caso do Hulk. Todos pegaram muito no pé dele e o criticaram por simplesmente dizer que ele não tem qualidade para jogar na seleção. Acho absurda essa crítica, pois apesar de ele não ser um grande craque, ele é sim um ótimo jogador. Concordo sim que ele não devia ter ido, pois um jogador de defesa era mais importante que um atacante(fosse um Maicon, Dani Alves, David Luiz), pois esse era de longe o setor mais fraco do time. O Rafael ainda parece sentir um pouco o peso da camisa, pois mostra um futebol muito irregular e o Juan… bom o Juan com sorte nunca mais veremos na seleção, pois ele é terrível como zagueiro, só não é pior que seu reserva Uvini. Admiro seu empresário que o levou para Internazionale mesmo jogando um futebol tão fraco.

A pior conclusão que se pode chegar depois disso é que a base da seleção é mais ou menos essa: Thiago Silva, Marcelo, Oscar, Neymar e Damião. Goleiro ainda não temos, Lateral direito deve ser o Daniel Alves e zagueiro o David Luiz. Volantes ainda não se tem uma definição, tal como se o time utilizará outro meia ou mais um atacante(com o Neymar recuado). Olhando para os times com os quais o Brasil jogou e considerar que ele sofreu para um México muito mais fraco que o principal e praticamente sem nenhum jogador do time principal é preocupante ver o futebol horrível que o time apresenta.

O Mano parece não ter a capacidade de montar um time com treinos esporádicos e acertar uma base fixa que venha a ter alterações devido a melhora/piora de algum jogador. Vendo o quadro atual de evolução da seleção(ou seja praticamente nenhum) fica difícil realmente esperar uma boa campanha na copa de 2014.

Acredito que até o fim do ano devamos ter novidades na seleção quanto a isso, pois meu palpite é que ele não dura nem até 2013

Estréia sem graça e expectativas.

A estréia do Brasil nas Olimpíadas de fato começou como se esperava, porém o time contou com um apagão e quase deixa a vitória escapar, ainda sim levou os 3 pontos com um 3 a 2 que não empolgou muito.

Contando com um primeiro tempo onde praticamente tudo deu certo e com gols de Rafael, Leandro Damião e Neymar, o time vinha tendo uma atuação que parecia levar a uma goleada ainda mais elástica, entretanto no segundo tempo, o time voltou a falhar na defesa e acabou por sofrer 2 gols.

Interessante ver como o Oscar simplesmente tomou conta da camisa 10 do time. Deixou o Ganso como mero reserva e vem jogando muito bem, tanto que no primeiro tempo boa parte dos lances saíam de seus pés. Para quem imaginava que depois de tanto rolo ele não ia dar em nada, vem se mostrando um jogador que tem tudo pra ser um dos grandes meias do país.

A defesa ainda sofre por contar com apenas o Thiago Silva de jogador confiável, pois tanto Juan como Bruno Uvini, não passam segurança nenhuma para o time, parecem sempre inseguros e afobados. O técnico ainda precisa ou proteger melhor a zaga, ou tentar acalmar o jogador, pois se mantiver esse nível, quando pegar uma seleção mais qualificada, o time pode ter sérios problemas.

Em uma rodada onde os favoritos não foram brilhantes(Uruguai ganhou de 2 a 1, México só empatou e a Espanha perdeu), poder sair com uma vitória é sempre uma motivação a mais para a equipe, que acredito deva vencer os 3 jogos do seu grupo.