Arquivo da tag: seleção brasileira

Pi pi pi pi pi

Certamente hoje o mundo ficou um pouco mais triste com a morte de Roberto Gomes Bolaños, o eterno Chaves, Chapolin, Doutor Chapatin, Chaparron, entre tantos outros personagens marcantes há tantas gerações e que certamente continuarão por muitas mais.

Aqui vamos deixar uma pequena homenagem a esse que sempre foi um apaixonado por futebol, sendo um grande fã do rei Pelé(que também anda mal de saúde, e fica a torcida pela sua melhora), jogador de futebol frustrado e torcedor fanático do América do México.

Para quem não sabe, o clássico episódio do cinema, onde ele fala “teria sido melhor ir ver o filme do Pelé”, é porque de fato existe esse filme! Por sinal um filme que o Pelé gravou com o Stallone, chamado “fuga para a vitória”

Para os curiosos sobre esse filme(que diga-se, já assisti e é muito bom, ainda mais pela história, que foi baseada em fatos reais, vale a pena ver), aqui tem mais detalhes sobre ele:

Fuga para a vitória – Sinopse

 
Diga-se também que no original, o filme ao qual ele se refere no cinema, chama-se “el chanfle”, que foi um filme que o próprio elenco do chaves atuou, onde ele fazia papel de um roupeiro do América-MEX.

Para quem tiver a curiosidade de ver(ainda não assisti, mas pretendo fazê-lo), segue o link do filme completo legendado:

 
Por sinal a fascinação dele pelo Pelé vem de tempos, inclusive ele quase chegou a atuar com ele no cinema, pois o rei do futebol chegou a procurá-lo, porém ele preferiu não levar o personagem Chaves ao cinema e acabou que isso só ficou no projeto.

Ele até chegou a ganhar uma camisa da seleção autografada pelo Pelé, que o deixou profundamente emocionado, tão fã que ele sempre foi do rei.

chaves camisa do pelé
Fica a saudade desse que tanto divertiu, e ainda diverte a gente na tv e o luto também do mundo do futebol pela perda de um de seus apaixonados torcedores.

 

Muito obrigado!

Dossiê futebol/seleção nacional – ciclo 2014

Depois de tudo, parando e analisando friamente o que ocorreu, vemos que o auge do vexame do futebol nacional, não é assim tão obra do acaso ou de “6 minutos de apagão” como disseram de forma até certo ponto ridícula o Felipão e o Parreira(que aliás continua sendo arrogante quando fala, tem-se a impressão que ele acha ser o único que entende de futebol, coisa que para mim nunca passou de um técnico comum com muita fama). Para entender melhor tudo o que aconteceu, farei um pequeno dossiê, começando pelo que houve nessa copa(ou seja, pelo meio), depois indo para o como o futebol e a seleção chegaram na atual situação e o que pode ser feito para sairmos dela, que nos moldes que está, tende somente a piorar.

Continue lendo Dossiê futebol/seleção nacional – ciclo 2014

Muito além do técnico Dunga

O Dunga, como todo mundo já estava sabendo, foi finalmente anunciado como novo velho técnico da seleção e com isso trará de volta novas/velhas filosofias.

Oportunamente vou falar melhor sobre a questão das baboseiras que ele falou durante a coletiva(e até o pouco que se aproveitou também), mas quero colocar algo mais sobre isso, principalmente sobre a forma como são feitas as coisas no futebol brasileiro.

A começar pelos dois mandatários: Marin e Del Nero. Um político da época da ditadura e um ex-presidente da FPF(federação paulista de futebol) e dois caras que não entendem absolutamente NADA de futebol!!! Entraram no lugar do Teixeira, que também não sabe NADA! Eles sabem sim como fazer uso do dinheiro farto que entra lá, haja visto que federações, clubes e nem a seleção veem a cor de toda essa grana.

Vemos uma CBF que c… dinheiro, tem patrocínios milionários, que prostitui a seleção(sim, prostitui), vende amistosos para empresas ganharem em cima da seleção brasileira, e como o dinheiro fica só pra ela, dá ainda pra dizer que é daqueles cafetões que escravizam as funcionárias, porque não tem outro nome pra definir isso.

Colocaram um técnico de nome com coordenador de nome(Felipão e Parreira) para serem seus escudos, ou seja, jogou tudo para cima deles, como quem diz “se der algo errado é com eles, já fiz minha parte” e como deu, notaram que nenhum dos dois deu a cara a tapa? Curioso não? Sobrou tudo apenas para os dois, que evidentemente foram mal, mas que não erraram sozinhos, já que alguém os contratou, mas cadê esse alguém pra dar alguma explicação?

Agora coloca um coordenador com um passado para lá de contestável em função da sua antiga profissão e como “solução” trás de volta um técnico que ninguém gosta e para que? novamente para sairem do foco e deixarem a imprensa se preocupando com a birrinha que tem com o Dunga, ao invés de analisar aquela sede que quase parece a área 51, tamanho são os mistérios que envolvem aquele local nefasto…

Eles abusam do fato de a FIFA proibir que haja intervenção governamental no futebol e por que afinal tem isso? Para que obviamente possa ser feito todo tipo de bandidagem por debaixo dos panos sem que ninguém investigue nada com medo de que a seleção fique proibida de disputar competições internacionais.

Minha opinião? Eu quero mais que a FIFA se lasque!!! Deviam mesmo era intervir nesse local que usa a seleção para enriquecer, que tem patrocínios próprios, mas onde o dinheiro não chega em clube, não chega na seleção, ou alguém já parou pra pensar que não se tem sedes para seleção de base, não tem investimento no futebol feminino(sim a CBF cuida dele também!), não se tem um projeto para descobrir novos talentos ou mesmo que o único lugar que se tem aqui no Brasil para a seleção treinar é a porcaria da Granja Comary? O lugar é lindo, mas desde quando você treina um time em um local que quase todo dia tem névoa, que é mais frio que os locais onde o time vai jogar, entre tantos outros poréns?

Com o dinheiro que essa Casa Bandida do Futebol(apelido carinhoso que foi dada a confederação) poderiam construir um CT em cada estado do Brasil com sobras.

O dinheiro entra, não sai, a confederação fica cada vez mais rica, a seleção capengando e com um futuro cada vez mais nebuloso, pois não se tem um trabalho de lapidação de jovens jogadores, que poderia ser muito bem feito com a fortuna guardada embaixo do colchão que a CBF tem, mas que obiviamente nunca será feito, até porque não se investiga, não se sabe o que é feito com isso e enquanto isso eles dão risada sabendo que por mais 4 anos(se o Dunga durar até lá) o foco principal será apenas cornetar o técnico do Brasil, enquanto eles continuam dia após dia a fazer uso de tanto dinheiro que entra lá, sabe-se lá para o que.

Dunga Sim

O velho novo treinador da seleção brasileira.
O velho novo treinador da seleção brasileira.

Nos últimos dias, tomou conta da grande mídia a confirmação extra-oficial de que Dunga será o próximo técnico da seleção.

O comandante de 2010, muito contestado por uns, idolatrado por outros, está de volta, sendo quase uma unanimidade que não deveria ser ele o novo técnico. Pois eu sou completamente a favor, e explico. Continue lendo Dunga Sim

Alguém desempaca o Felipão?

Chega a última rodada e o Brasil tem a grande chance de terminar a fase em grande estilo e além de passar em primeiro lugar, conseguir transmitir uma confiança maior ao torcedor depois de dois jogos bastante contestáveis do time.

Vem então aquela pergunta: mas o time jogou assim tão mal nesse jogos?

A resposta é: não, porém o futebol apresentado ficou muito abaixo do que o próprio time já apresentou e o pior, muito abaixo do que seleções como Holanda e Chile(uma delas será adversária do Brasil nas oitavas) apresentaram.

Não acho impossível, muito menos improvável que o time melhore e comece a mostrar um futebol de fato convincente, porém tem algo que incomoda e chega a ser até mesmo irritante: a total abominação da comissão técnica por mudanças no time.

Jogadores como Fred e Paulinho tem feito partidas horríveis.

O Paulinho limita-se a passes para o lado no meio campo, as vezes aparece jogando avançado, quase como meia(coisa que não é sua função), não tem aquele estilo “elemento surpresa” que tanto o marcou quando jogou no Corinthians e era um dos melhores a jogar no Brasil, só abaixo do Neymar.

Fred por sua vez é elemento nulo no ataque, parece só querer bola no pé, além do fato mais desesperador: ele não chuta!! Em dois jogos, o “homem-gol” do Brasil teve apenas duas finalizações, o que para um atacante é no mínimo absurdo.

Isso para não citar as avenidas que são os laterais Daniel Alves e Marcelo, que todo jogo tem cansado de receber bola nas costas(no caso do Marcelo, isso costuma ser muito amenizado pela participação defensiva do sempre muito criticado Hulk, o que não acontece no caso do Neymar e Daniel Alves, já que o mesmo não tem a mesma força física).

Qual a posição da comissão em relação a isso? Manter tudo como está…

A teimosia deles beira a burrice. Tantos outros técnicos de seleções do mundial mudaram seus times quando viram que de outra forma e com outros jogadores poderiam render mais, porém parece que fazer isso no Brasil é algo proibido. Ramires mesmo só jogou porque o Hulk estava machucado, senão nem tinha começado o jogo.

Impressão que se tem é que o Felipão vive de gratidão com os jogadores do time titular, como se o fato de tirar algum deles soasse como ser um “traíra”, então devido a isso ele mantém os mesmos e não dá chance a outros que poderiam entrar e render muito mais.

Soa tão absurdo como o dia que ele afirmou que o Júlio César estava convocado e como titular do time. Coisas como essa na minha opinião são péssimas, pois além de desmotivar os reservas, acomoda os titulares, pois eles tem aquela certeza que joguem o que jogar, não saem do time, pois tem lugar cativo ali.

O Fred é caso bem emblemático disso. Teve um ano horrível no seu clube, não vem jogando bem na seleção desde a última Copa das Confederações, as vezes dá impressão de que está em más condições físicas, entretanto não sai do time nem com reza brava. Por que? Vai ficar de biquinho por que acha que jogou muito na Copa das Confederações? E daí? Aquele torneio já terminou e parece que ele ainda tá na ressaca do título dele…

Até declarações grosseiras saíram para a imprensa quando se criticou peças do time titular, como se fosse proibido a crítica.

Temos peças boas na reserva. Maicon, Willian, Hernanes, Ramires, Fernandinho(não, não estou contando o Jô, ele é ainda pior) que podem entrar no time e dar um novo dinamismo. De repente até uma alteração, tirar os 3 atacantes, jogar com 2 meias, ou 3 volantes com dois de chegada, entre outras.

O elenco da copa não é ruim, dá margem para alternativas muito interessantes devido a inoperância do time, porém mesmo durante o jogo se nota que as mudanças são apenas de jogador, não de esquema, ou seja tá difícil…

Ficar passando a mão na cabeça dos jogadores e querer ficar dando moral me parece algo tão errado quanto sair atirando para todo lado quando o time perde.

Continuar desse jeito, ele vai “morrer abraçado” com seus queridinhos, pois é preciso ter pelo menos um pouco de bom senso para saber quando alguém simplesmente está em uma má fase, precisam dizer para ele que isso também faz parte do futebol, até os melhores jogadores tem fases ruins(porém os diferenciados mesmo na fase ruim conseguem ajudar e no caso específico falamos de bons jogadores, nada além disso) e se quem saí não consegue entender e aceitar isso, mostra apenas que não tem condição nenhuma de integrar um elenco de qualquer esporte coletivo que seja.

 

Palpitômetro – Grupo A

Grupos definidos, seleções quase definidas(não se sabe o que podemos esperar dessas contusões q tanto atormentam as seleções e curiosamente ainda não atormentaram o Brasil), chega aquele momento onde se fazem as considerações sobre cada seleção e sua chance no seu respectivo grupo.

fugindo um pouco do formato tradicional(colocar pontos fortes e fracos e opinar nos favoritos), lançarei o “palpitômetro”, onde esse palpite será feito jogo a jogo no grupo.

Segue-se então o grupo A, onde está a seleção brasileira, iniciando a saga pelo hexa e para definitivamente enterrar o trauma da perda de 50. O grupo contém as seguintes seleções:

Brasil, Croácia, Camarões e México

Brasil x Croácia

Considero o Brasil uma das seleções mais sortudas em sorteios, pois mesmo com um grupo com seleções de nível razoável como são as do A, não caiu nenhuma das possíveis pedreiras(Holanda, Inglaterra, França), apesar de tudo também não tem nenhuma das seleções perebas da copa(afinal poderia ter uma Honduras, Costa Rica, Argélia, etc). Seguindo com o grupo propriamente dito, a primeira partida será sem dúvida a mais dura(não estou levando aqui o péssimo histórico do Brasil contra a seleção mexicana nos últimos anos), porém ainda deu a sorte de a seleção croata não ter seu principal atacante Mandzukic, que estará suspenso na partida.

Assim como da outra vez que jogou contra a Croácia em copas, deve ter muitas dificuldades, mas ainda sim saíra vitorioso.

México x Camarões

O México chega na copa com uma seleção muito contestada depois da campanha horrível nas eliminatórias(ir para a repescagem ficando atrás de Honduras e Costa Rica é algo um tanto quanto ridículo), mas ainda sim o time mexicano continua tendo muitos bons valores, além de uma nova geração promissora(medalha de ouro na última olimpíada), ao passo que o time de Camarões está envelhecido e sem grandes nomes além do já não tão em alta Samuel Eto’o.

O time mexicano deve passar sem muitos problemas pela seleção camaronesa e partir para a disputa direta pela classificação.

Brasil x México

A maior asa negra dos últimos tempos junto com a França, o time mexicano será um dos grandes problemas dessa primeira fase para o Brasil, pois eles chegarão motivados pela vitória e pelo bom histórico contra o time brasileiro. Jogo muito complicado e que deve acabar terminando empatado

Camarões x Croácia

O time croata agora contando com sua força máxima, deve ir para matar logo o jogo contra a seleção camaronesa, que apesar dos esforços de Eto’o para fazer uma campanha decente(considerando que essa até mesmo pode ser sua última copa), não tem time para fazer frente aos croatas, que são bem melhores que o time mexicano.

Uma vitória da Croácia, talvez com alguma dificuldade.

Croácia x México

Jogo que vai definir a vida dos dois na copa e principalmente um jogo sem favoritos, principalmente pela motivação mexicana depois do bom resultado contra os brasileiros. Os croatas ainda sim devem acabar se sobressaindo no duelo e levando a vitória em um jogo muito difícil e assim conquistando a classificação para as oitavas.

Camarões x Brasil

Jogo basicamente para ratificar a classificação brasileira para a próxima fase. Camarões já eliminados vão jogar sem pressão e talvez arrumem alguma dificuldade para o Brasil(o que acho muito improvável), mas o mais certo é uma vitória fácil do Brasil e a classificação em primeiro para a segunda fase, que considerando os adversários do grupo B, não vai querer dizer uma possibilidade de arrumar adversário mais fácil.
Classificação final

Brasil – 7 pontos
Croácia – 6 pontos
México – 4 pontos
Camarões – 0 ponto

Verde e amarelo: tendência na Copa

Faltam apenas 14 dias para o início oficial da Copa do Mundo 2014 e aos poucos o clima do mundial começa a dar o ar da graça e as ruas e comércios do país já passam a contar com o verde e amarelo na decoração.
Nas lojas de comércio popular, o verde e amarelo já predomina. Muitas lojas deram início às decorações internas e de vitrines. Produtos com as cores da bandeira são itens quase obrigatórios para alguns torcedores. E não faltam opções: são copos, bandeiras, camisetas, bexigas, cornetas e muito mais à disposição dos mais animados.
Os fãs do DIY (do it yourself) – Faça você mesmo – também são bombardeados na internet e na tv com dicas de artesanato para poder fazer flores, decorações, pinturas e o que mais a criatividade e o talento permitir.
Bares e restaurantes também não querem ficar atrás e já correm contra o tempo para estar tudo pronto para a cerimônia de abertura.
No trânsito intenso de São Paulo também é possível ver carros com bandeirinhas do país.
As mulheres antenadas com a moda, correm atrás de informações sobre roupas, esmaltes, produtos de beleza e maquiagem que contenham as cores.
Algumas ruas da cidade estão com colorido especial e viraram pontos turísticos. A Rua Hugo de Barros, na Vila Prudente, Zona Leste de São Paulo, é uma delas. Em Manaus, a Prefeitura criou um concurso oficial que vai premiar as melhores decorações. As dez melhores ruas decoradas serão contempladas com um telão e sistema de som para transmissão de um dos jogos do Mundial. Dá para se inscrever até o dia 6 de junho. Os interessados em participar do concurso devem protocolar ofício na sede da instituição, localizada na avenida André Araújo, 2767, bairro Aleixo, Zona Sul da capital de Manaus. Mais informações aqui
O Boeing 737-800 Sky Interior, avião da Gol, transportadora oficial da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), foi grafitado pelos “gêmeos”, os artistas plásticos Otávio e Gustavo Pandolfo. A pintura é uma homenagem à torcida brasileira e destaca a diversidade do povo.

aviao aviao1Avião que vai transportar os jogadores da Seleção Brasileira bandiera images Índice
E você, como vai torcer pelo Brasil na Copa? Mande fotos para nossa equipe.

Já foi tarde

Surpresa!!! Quando ninguém mais esperava mudanças, eis que o Mano Menezes caiu, para a alegria geral da torcida brasileira, que estava cansada já daquela seleção insossa que se via jogar.

Os números dele passam uma falsa impressão de bom aproveitamento(23 vitórias, 6 empates e 6 derrotas), porém as derrotas foram “apenas” para Alemanha, Argentina(2 vezes), França, empate com Holanda e vitórias contra as babas já citadas anteriormente.

O time nunca apresentou efetivamente um padrão, parecia aquele catadão onde vc simplesmente distribui a camisa e manda jogar. Cada vez ele ajeitava o time de um jeito, não dava sequer a impressão de que treinava o mesmo. As Olimpíadas e Copa América são o claro caso da incompetência dele, pois mesmo com tempo maior para preparar o time, em ambos os casos, ele se mostrava um time perdido, que dependia apenas dos talentos individuais para triunfar.

Depois de resultados pífios na sequência de bons amistosos(Alemanha, Argentina, França e Holanda), cancelou dois outros bons amistosos(contra Itália e Espanha), para realizar amistosos contra seleções medíocres, para basicamente ganhar e prolongar seu tempo à frente do time. O pior é que mesmo contra esses times, o coletivo não era destaque, mas sim a individualidade que fazia a diferença e muitos puxa-sacos disseram que ele tinha descoberto um novo esquema, sem o “camisa 9”, porém no primeiro jogo que exigiu mais do esquema, o Brasil não saiu de um empate contra a Colômbia.

O futuro da seleção:

Vieram aqueles nomes de sempre logo que ele caiu: Felipão, Luxemburgo e Muricy, até o Tite foi citado por conta da boa relação com o diretor Andrés(que na minha opinião devia ter ido embora junto com o Mano), porém acho q o Tite seria outro Mano na seleção e os outros 3 não estão nos seus melhores momentos… talvez o melhor seja o Luxa, que se reergueu depois d anos pífios com a excelente campanha do Grêmio.

O nome ideal para 10 entre 10 torcedores é o do Guardiola(inclusive desse que vos fala). Seria um nome diferente e que traria uma nova ótica para o estilo de jogo do futebol brasileiro. Pelo fato da copa ser aqui e até pelo que vejo(muitos dizem que voltariam a torcer pela seleção com o Guardiola no comando), o nome dele é perfeito para o cargo, sem contar que ele mesmo já externou esse desejo, pois quando foi perguntado a ele sobre a possibilidade, ele disse “assumo amanhã e levo o time ao título mundial”.

O anúncio, inicialmente programado para janeiro, talvez seja antecipado e antes mesmo de dezembro já saibamos o nome do novo técnico e infelizmente não deve ser o Guardiola…

Evoluímos?

Jogando contra a Colômbia, o Brasil finalizou seu ano de 2012(superclássico não conta pra mim, para a preparação) com um
empate em 1 a 1.

Vendo esse último jogo, tenho sérias dúvidas quanto a real evolução da seleção brasileira durante esse ano. O time fez
diversos jogos de nível medonho, como Gabão, China, Iraque, África do Sul, Costa Rica… Os melhores foram contra Suécia,
México, Eua, Argentina(único realmente alto nível), Japão(que não é nada especial, mas está em nível acima dos outros
citados primeiro) e a própria Colômbia.

Saldo dos jogos de médio/alto nível: 3 vitórias, 1 empate e 2 derrotas.

Olhando assim até parece que o saldo foi positivo, porém se considerarmos que dentre as 3 vitórias, era uma Suécia sem o
Ibrahimovic(ou seja sem mais de meio time) e os jogos que não ganhou foram justamente contra os times mais fortes, chegamos
a questão: o que melhorou?

Vemos agora parte da imprensa puxa-saco dizendo que o Mano descobriu o esquema sem o “camisa 9”, porém ele foi testado
contra quem efetivamente? Apenas contra a Colômbia e não funcionou, pois o time sem referência não conseguia chegar com
perigo efetivamente. Funcionar contra times de “alto nível” como Iraque e China é uma coisa, porém esse esquema contra
França, Holanda, Alemanha, Espanha, etc é garantia de fracasso.

Uns podem dizer: a Espanha e Barcelona jogam assim… Se o meio do Brasil tivesse Xavi, Iniesta, Fábregas, Silva e xabi
Alonso(Espanha) e Messi(Barcelona), poderíamos começar a comparar… porém é até injusto com boa parte dos jogadores do
Brasil que ainda estão amadurecendo(casos de Neymar, Oscar, Lucas) em comparação a jogadores consagrados mundialmente e até
campeões mundiais.

A olimpíada foi mais uma prova de que o Mano é completamente perdido no comando, pois o time chegou até a final
principalmente graças as individualidades, pois o time jogava sem padrão e ia na base dos chutões e jogadas individuais
passando pelos adversários(conste-se que além de tudo, o único realmente de bom nível foi o México, justamente para quem
perderam.)

Com medo de perder o emprego, ele optou apenas por amistosos que nada trazem de benéfico ao time e aparentemente até a Copa
das Confederações, esse cenário não deve se alterar, porém lá não terá como escapar, pois fatalmente o Brasil cruzará com
Uruguai, Espanha ou Itália e aí sim saberemos o real nível desse time.

Olhando a parte positiva, vemos o Neymar jogando mais solto(aparentemente acostumou-se mais com o peso de ser cobrado), o
Oscar jogando muito mais do que o Ganso já jogou na seleção e a defesa que está pronta e no mínimo é das 3 melhores do
mundo(se não for a melhor) com o Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo, porém isso não é mérito do Mano, ele só
fez o óbvio.

A seleção ao menos saiu do zero, porém o avanço que ela teve foi muito pouco em relação ao ponto que ela já deveria estar
ao final da metada da preparação para a Copa 2014 e a não ser que em 2013 a coisa mude de forma drástica, dependeremos de
individualidades para fazer um bom papel no Mundial

E agora Mano?

Talvez contrariando muitas expectativas(inclusive a minha) o Brasil conseguiu perder a medalha de ouro que tão certa parecia para o México por 2 a 1. E devo dizer que com muita parcela de “méritos” do Mano.

Virou lugar comum jogar a culpa toda no Mano, todos passaram praticamente os dois últimos dias o fazendo, mas a pergunta que fica: é exagero? eu diria: NÃO!

Talvez o maior erro dele tenha sido o de justamente querer comandar essa seleção, pois os méritos do time ter chegado até lá com digamos um “grupo” eram todos do Ney Franco, que usou praticamente a mesma base durante todo período que comandou as seleções de base, porém na hora das olimpíadas, o Mano fez questão de assumir e creio q talvez essa tenha sido sua falha decisiva(acho muito improvável que ele chegue a copa).

O time perdeu o jogo coletivo que marcava essa seleção do Ney Franco e o time dependia apenas de jogadas isoladas do trio Neymar-Oscar-Damião, porém em um jogo que o coletivo era decisivo, os 3(que além de tudo estavam em um dia pouco inspirado), foram presas fáceis para a defesa mexicana, afinal eles dependiam de dominar bolas lançadas para eles e se virarem no ataque.

Além de todo esse problema, creio que chegamos a uma injustiça: o caso do Hulk. Todos pegaram muito no pé dele e o criticaram por simplesmente dizer que ele não tem qualidade para jogar na seleção. Acho absurda essa crítica, pois apesar de ele não ser um grande craque, ele é sim um ótimo jogador. Concordo sim que ele não devia ter ido, pois um jogador de defesa era mais importante que um atacante(fosse um Maicon, Dani Alves, David Luiz), pois esse era de longe o setor mais fraco do time. O Rafael ainda parece sentir um pouco o peso da camisa, pois mostra um futebol muito irregular e o Juan… bom o Juan com sorte nunca mais veremos na seleção, pois ele é terrível como zagueiro, só não é pior que seu reserva Uvini. Admiro seu empresário que o levou para Internazionale mesmo jogando um futebol tão fraco.

A pior conclusão que se pode chegar depois disso é que a base da seleção é mais ou menos essa: Thiago Silva, Marcelo, Oscar, Neymar e Damião. Goleiro ainda não temos, Lateral direito deve ser o Daniel Alves e zagueiro o David Luiz. Volantes ainda não se tem uma definição, tal como se o time utilizará outro meia ou mais um atacante(com o Neymar recuado). Olhando para os times com os quais o Brasil jogou e considerar que ele sofreu para um México muito mais fraco que o principal e praticamente sem nenhum jogador do time principal é preocupante ver o futebol horrível que o time apresenta.

O Mano parece não ter a capacidade de montar um time com treinos esporádicos e acertar uma base fixa que venha a ter alterações devido a melhora/piora de algum jogador. Vendo o quadro atual de evolução da seleção(ou seja praticamente nenhum) fica difícil realmente esperar uma boa campanha na copa de 2014.

Acredito que até o fim do ano devamos ter novidades na seleção quanto a isso, pois meu palpite é que ele não dura nem até 2013