Arquivo da tag: Manchester City

Fase de grupos Champions League: grupos E até H

Dando continuidade a análise dos grupos da Champions(você pode conferir a primeira parte AQUI), finalizarei com os grupos de E até H, com grande destaque para os times do Barcelona, Bayern de Munique, Chelsea, Paris Saint-Germain e Manchester City.

Continue lendo Fase de grupos Champions League: grupos E até H

Melhores contratações do meio do ano – Parte 3

Chegamos aqui a última parte das contratações dessa janela de transferência. Chama muito a atenção o quanto o United gastou nesse período, muito em função da reformulação que o time vem passando. Sem dúvida foi um dinheiro alto, mas muito bem investido, pois trouxe 3 peças que irão qualificar absurdamente o elenco. Real por outro lado perdeu duas peças chaves da base campeã e ninguém sabe o porquê deixaram ir. Além deles, alguns outros times também merecem destaque.

(para você que não viu as primeiras matérias, pode conferir a primeira parte AQUI e a segunda AQUI)

Continue lendo Melhores contratações do meio do ano – Parte 3

As melhores transferências europeias – parte 2

Com uma quinzena mais de especulação e de poucos grandes negócios fechados, alguns times como o City e o Napoli, acabaram tendo maior destaque neste segundo quarto da janela. Vamos as contratações:

Cavani(Napoli-PSG) – Certamente a maior contratação do período(e a mais cara também), chega tanto para ser o homem-gol do time francês, como dividir o ataque com o não menos eficiente Ibrahimovic. Com uma média excepcional no Napoli, tendo marcado mais de 100 gols em três anos de clube, está entre os melhores atacantes do mundo. Além do faro de gol, tem muita aplicação tática, pois ainda volta para ajudar a defesa, coisa que poucos atacantes hoje em dia fazem. Tem tudo para fazer sucesso no Paris Saint-Germain.

Higuaín(Real Madrid-Napoli) – O time italiano agiu rápido e passou na frente do Arsenal(que só pra variar não está fazendo nada na janela) e trouxe o substituto do atacante uruguaio. Não está no mesmo nível de Cavani, porém é um excelente jogador, com bom faro de gol e números razoáveis pela equipe de Madrid, considerando que nem sempre era titular da equipe. Custou 37 milhões, preço que acho exagerado por ele, porém devido as poucas opções do mercado, acabou valendo.

Reina(Liverpool-Napoli) – Contratação até certo ponto surpreendente, considerando o fato de o mesmo ser titular absoluto do gol do time inglês. Chegou por empréstimo e é mais uma mostra da atual força do Napoli, que vem montando um time para fazer frente a Juventus no italiano.

Scocco(Newell’s Old Boys-Internacional) – Chamou muita atenção pelo número de times no Brasil e até de fora que queriam levá-lo, mas o Inter agiu rápido e fez com certeza a melhor contratação de meio de ano aqui do Brasil. Jogador que deve fazer muito sucesso por aqui.

Jovetic(Fiorentina-Manchester City) – Depois de várias temporadas se especulando sobre sua saída, ele finalmente muda de time. Há tempos era dos melhores jogadores da Itália e maior destaque da Fiorentina. Chega para reforçar o setor ofensivo do time inglês, que havia perdido Balotelli e agora nesse meio de ano o Tevez. Certamente será titular do time do City.

Negredo(Sevilla-Manchester City) – Mais um espanhol que vai embora de casa, o segundo do Sevilla e o segundo que vai para o City. Vinha sendo junto com o Soldado, os principais atacantes espanhóis da Liga local. Deve ter mais chance de mostrar um bom futebol em uma equipe de melhor nível, pois no Sevilla tinha apenas o Navas(que também foi para o City) como jogador para dividir o protagonismo.

Soldado(Valência-Tottenham) – Muito boa contratação do time inglês, que sentia falta de um homem-gol e pode ter no Soldado o nome que resolva seus problemas. Não chegou a ter seu valor reconhecido no Real Madrid, mas desde que saiu de lá, mostrou-se um atacante muito perigoso e eficiente. Caso o Bale permaneça, deve cansar de fazer gols com assistência do mesmo.

Thiago Alcântra(Barcelona-Bayern de Munique) – Ele vinha mostrando um bom futebol na equipe catalã e o Guardiola tendo visto isso, resolveu levá-lo para o seu novo clube. Tem potencial para ser um excelente meia, porém ainda achei exagerada a quantia paga por ele(25 milhões de euros), considerando que ele era apenas uma opção de banco e não tinha lugar cativo no time principal do Barcelona.

Marquinhos(Roma-PSG) – O jovem zagueiro era sonho de consumo de diversas equipes de ponta da europa. Apontado como um jovem com excelente potencial, o PSG acabou por vencer a disputa, pagando um valor exagerado pela sua contratação(35 milhões de euros). É ver se tal expectativa não acabe por jogar pressão demais sobre o jovem zagueiro.

Maicon(Manchester City – Roma) – Chegou com destaque e sai sem deixar saudades do City, muito em função das contusões que atrapalharam sua sequência no clube inglês. Ótimo negócio para a Roma, que leva um ótimo lateral que ainda tem condições de mostrar o futebol que o levou a ser considerado um dos melhores do mundo.

 

Ao término do próximo ciclo, seguirá uma nova análise, que pode ter algumas grandes transferências, como o caso do Bale, Eto’o, Willian, etc…

As melhores transferências europeias – parte 1

Passado apenas 1/4 do período de transferências na europa, muitas contratações de impacto já foram feitas, inclusive aquela que era sempre a mais especulada nos últimos 3 anos: a transferência do Neymar, agora jogador do Barcelona. Tendo isso em vista, listarei aquelas que considero as melhores contratações até o momento:
Neymar(Santos-Barcelona) – Sem dúvida será a principal contratação dessa janela. Depois principalmente da excelente copa das confederações que realizou, muito se espera do mais novo companheiro do Messi e agora fica a expectativa de como serão os dois jogando juntos. Acredito que ele fará muito sucesso no Barcelona, mesmo com seu estilo que não combina tanto com o do time catalão, devem achar um meio termo para ele.

Götze(Dortmund-Bayern) – Uma das contratações mais polêmicas, pelo fato de quando foi anunciada. Atitude extremamente infeliz do jogador ao negociar com o rival do seu time na final da Champions e pior ainda não jogou a final alegando contusão(coisa que ainda tenho dúvidas), foi tudo feito da forma errada da parte dele, mas esse não é o foco aqui. O Bayern tem em mãos uma das maiores revelações alemãs dos últimos tempos, um meia atacante excelente, que junto com o Reus e Lewandowski(que por pouco não foi junto) fizeram do Dortmund um dos melhores times da Champions. Deve se encaixar fácil no meio campo do time alemão e dar ainda mais força ao já poderoso time bávaro.

Tevez(Manchester City-Juventus) – Um ótimo negócio do time italiano, principalmente pelo preço que pagou(apenas 10 milhões). O argentino é um jogador bem problemático fora de campo, principalmente por suas crises de saudade da Argentina, porém dentro de campo é o poder de fogo que faltava a Juve e junto com o Llorente(que chegou sem custos nesse meio do ano) devem compensar a fraqueza ofensiva do time, que sofreu com a irregularidade de seus atacantes durante a última temporada. Se tiver a cabeça no lugar, tem tudo para ser dos destaques do time na temporada, pois sempre que joga, se entrega em campo.

Mario Gomez(Bayern-Fiorentina) – O time de florença conseguiu das grandes contratações da temporada e também por um preço relativamente baixo(16 milhões) um dos grandes centroavantes dos últimos anos na europa, que acabou por oscilar nessa temporada por disptar posição com Mandzukic, mas que na temporada anterior havia sido um dos artilheiros da Europa, ao marcar 41 gols na temporada. Diversos times tem caçado jogadores que vejo muito abaixo dele(caso do Higuain por exemplo) e pagando um valor muitas vezes 2, 3 vezes maior e deixaram ele “esquecido” e a Viola pensando rápido, manteve a investida até conseguir dobrar o time alemão e levar o jogador. Apesar de não ser brilhante tecnicamente, é matador e deve encaixar bem com o estilo de futebol italiano, tendo tudo para ser dos artilheiros do calcio.

Isco(Málaga-Real Madrid) – Responsável principal pela excelente campanha do Málaga na Champions e pelas boas participações nos últimos campeonatos espanhóis, deve chegar para ser titular no Real, pois vem mostrando não só qualidade criativa como boa capacidade de finalização, tendo marcado muitos gols na última temporada. Apesar de caro(30 milhões) deve compensar o investimento feito nele.

Falcão Garcia(Atlético de Madrid-Mônaco) – Primeira contratação de impacto do novo rico europeu, o colombiano chega para ser a estrela maior da nova constelação que o magnata russo deseja montar no principado. Acredito sem dúvida que ele fez um retrocesso na carreira, pois ele tinha tudo para levar o time de Madrid a um patamar acima e diminuir ainda mais a diferença para os dois poderosos da Espanha, porém o valor absurdo pago por ele(60 milhões), além claro do grande salário o fizeram repensar a carreira. Ele terá de torcer para um rápido entrosamento de todos reforços que o time contratar, pois do contrário ele acabará desperdiçando a chance de disputar grandes títulos, coisa que ele tem futebol para conseguir(vejo ele atualmente apenas atrás do Messi e C.Ronaldo como melhor atacante do mundo).

Jesus Navas(Sevilla-Manchester City) – Dos melhores jogadores espanhóis no setor ofensivo, vin sofrendo com o fraco time do Sevilla campanhas apenas medianas, sem chance de disputar de igual com os grandes do país, acertou ao trocar de time. Com a debandada de atacantes do time(Tevez e Balotelli), chega para ser titular e voltar a disputar títulos, coisa que se tornou um passado distante do time do Sevilla.

David Villa(Barcelona-Atlético de Madrid) – Pechincha da temporada até o momento, pois por apenas 5 milhões o Atlético levou o substituto do Falcão. Jogador de grande qualidade, que sofreu muito com lesões no último ano, mas que com um time que jogue mais em função dele no ataque, deve voltar aos bons tempos de Valência, pois qualidade para isso ele tem. Apenas acredito que o time deva se reforçar mais, pois ele ainda está muito abaixo de Real e Barça.

Mkhtarian(Shaktar-Dortmund) – Contratado como substituto de Götze, o jogador Armênio tem tudo para dar certo no time alemão. Na última temporada, ele que joga como meia foi artilheiro do time no ucraniano marcando 25 gols em 29 jogos. Não tem a mesma velocidade criativa do alemão, porém compensa sendo muito mais decisivo ofensivamente e marcando muitos gols. Deve mudar um pouco o estilo de jogo do time, porém tem totais condições de manter a força do mesmo.

Paulinho(corinthians – Tottenham) – Cobiçado por muitos gigantes europeus, acabou optando pelo time inglês, que vem tentando retomar seu papel de protagonista e sem dúvida acertou na contratação desse que tem futebol para ser dos melhores volantes do mundo. Marca bem, sabe sair com a bola e principalmente é um elemento surpresa quase sempre fatal, tanto chegando para finalizar com boa precisão, como em bolas paradas com cabeceios perigosos. Conquistou com todo mérito a posição de titular na seleção e com o que vem jogando tem tudo para mantê-la. No clube inglês deve se adaptar bem ao estilo de jogo da Premier League. Se puder jogar com o Bale(que vem sendo especulado em meio mundo) pode ser um dos pilares na busca do Tottenham pelo seu retorno a Champions League.
Ao final do segundo quarto, colocarei novamente aquelas transferências de mais impacto ou mais relevância no mercado europeu.

Classificação histórica do futebol inglês

Existem muitas formas de se analisar através de números a história de clubes, pode-se analisar pela quantidade de títulos nacionais, pelos títulos internacionais, pelos ídolos. Mas imagine se após o término de campeonatos a pontuação não zerasse e os pontos continuassem sendo somados, agora imagine isso em um campeonato com mais de 100 anos de história como é o inglês.

O resultado é que o Manchester seria líder com uma vantagem de 102 pontos em relação ao seu rival Liverpool. Equipes hoje muito badaladas como Manchester City e Chelsea ocupariam o décimo terceiro e vigésimo quinto lugares respectivamente. Outra surpresa é o hoje modesto Preston ostentando a quinta colocação.

Segue abaixo a lista com os 40 primeiros colocados:

 

 

1 Manchester United 5795
2 Liverpool 5693
3 Arsenal 5536
4 Wolverhampton Wndrs 5265
5 Preston North End 5254
6 Sheffield United 5173
7 Aston Villa 5159
8 Everton 5146
9 Burnley 5125
10 Sunderland 5107
11 West Bromwich Albion 5060
12 Blackburn Rovers 5059
13 Manchester City 5038
14 Newcastle United 5030
15 Bolton Wanderers 5029
16 Notts County 5018
17 Derby County 4987
18 Nottingham Forest 4967
19 Bristol City 4963
20 Bury 4950
21 Sheffield Wednesday 4935
22 Birmingham City 4875
23 Leicester City 4794
24 Grimsby Town 4793
25 Chelsea 4770
26 Blackpool 4766
27 Barnsley 4727
28 Lincoln City 4680
29 Stoke City 4668
30 Bradford City 4655
31 Hull City 4629
32 Stockport County 4605
33 Port Vale 4581
34 Chesterfield 4577
35 Huddersfield Town 4572
36 Middlesbrough 4555
37 Reading 4534
38 Tottenham Hotspur 4494
39 Oldham Athletic 4491
40 Millwall 4435

 

 

Classificação completa em: http://www.statto.com/football/stats/england/all-time-table