Arquivo da tag: goleada

Goleada para manter a boa fase

A sensação que se tem é que a derrota para o Mirassol acabou realmente fazendo bem ao time do Palmeiras, pois hoje o time passou sem dificuldade nenhuma pelo Guarani por 4 a 1 e ainda tem boas possibilidades de terminar a primeira fase do Paulista dentro do G-4.

O time de Campinas já estava rebaixado, mas nem por isso o time aliviou, jogou como sempre, dando o máximo e se dedicando e o resultado não tardou a aparecer, tanto que o time fez 2 a 0 com facilidade, acomodou no segundo tempo, levou o primeiro, mas logo depois retomou o ritmo e ainda fez mais dois.

A fase está tão boa, que agora o Ronny e o Léo Gago marcaram seus primeiros gols pelo time, fora o Charles e o vilson que novamente marcaram, ou seja, os jogadores de diversas posições estão aparecendo para concluir e sem contar que o time não contava com seu maior destaque ofensivo, o Leandro, que estava suspenso.

A se enaltecer a melhora no futebol do Charles, que depois de um começo bem irregular, tem feito gols decisivos e tem lembrado aquele jogador que apareceu na época do Cruzeiro. Certamente já fincou pé no time titular com tão boas atuações.

O próximo jogo do time é contra o já eliminado Sporting Cristal no Peru e as chances são boas de voltarem com vitória e conquistarem a vantagem do jogo de volta em casa, o que no caso do time tem se mostrado algo fundamental.

Samoa Americana enfim vence a primeira

Acompanho a seleção de Samoa Americana desde 2001, não por seu bom futebol ou grandes resultados, mas por ter levado a goleada de 31-0 da Austrália nas eliminatórias para a copa de 2002 (Austrália que na época não tinha nem sombra do respeito e fama que tem hoje) num jogo que contou até com uma confusão com o placar, que perdeu a conta dos gols. Após o fim da primeira fase Samoa Americana foi a última colocada do seu grupo com 4 derrotas, 0 gols marcados e 57 gols sofridos.

Melhores momentos de Samoa Americana e Austrália –  detalhe para os 2 belos uniformes e o “ótimo” nível da seleção samoana

Após 3 anos, nas eliminatórias de 2006 houve uma evolução, a seleção manteve as 4 derrotas, porém marcou um gol e sofreu 34, melhorando seu saldo em 24 gols em relação à 2002. Já nas eliminatória de 2010, Samoa Americana novamente teve as 4 derrotas e um gol marcado, entretanto sofreu 4 gols a mais do que na eliminatórias anterior. Com essas incríveis perfomances,  20 gols marcados e 265 gols sofridos em jogos oficiais, por vários anos Samoa americana detem o 204º e ultimo lugar no ranking da fifa, acompanhada de seleções como a vizinha Samoa, Andorra, San Marino e Montserrat.

Para a alegria de Pago Pago (capital de Samoa Americana) o dia 23 de Novembro iria mudar a história. Com o início das eliminatórias da Oceania, os Samoanos americanos iriam enfrentar Tonga, seleção que havia os vencido em 2007 por 4-0 e em 2002 por 5-0, e tudo levava a crer que haveria mais uma derrota, porém Ramin Ott e Shalom Luani, que fez um golaço, a seleção de Samoa Americana abriu 2-0, Neo Feao fez o gol de honra de Tonga e o jogo terminou 2-1. Com esse resultado a seleção samoana americana lidera o grupo junto com Samoa, país onde está acontecendo a primeira fase das eliminatórias.

Melhores momentos de Samoa Americana e Tonga – detalhe para o estádio e o segundo gol

Algumas curiosidades sobre o time de Samoa Americana

– o zagueiro do time,  Johnny Saleua, é transexual

– o técnico, o holandês Thomas Rongen, também é treinador da seleção sub-20 dos EUA (Samoa Americana é um território dos EUA)

– Rammin Ott, autor do primeiro gol do jogo, também foi o primeiro jogador a marcar pela seleção

– A produtora Agile Films está acompanhando a seleção para a criação do documentário Next Goal Wins e eles possuem o tumblr http://nextgoalwinsmovie.tumblr.com/ que mostram detalhes sobre a preparação e campanha nas eliminatórias.

 

Seleção de Samoa Americana

 

A supervalorização de um jogo

Tenho estranhado a maneira como o clássico de hoje à noite (21/09) entre São Paulo e SCCP tem sido abordado pela imprensa, pelos clubes e pelo torcedor.

O jogo da vida, a decisão do campeonato, a última chance se as equipes quiserem brigar pelo título.

Para mim tudo isto é um grande exagero, os 2 clubes estão muito bem colocados (2º e 3º colocados) sendo que somente 2 pontos separam o líder do campeonato do “menos melhor” dos participantes do clássico de hoje, e ainda faltam 14 rodadas, 42 pontos a serem disputados, e os dois ainda enfrentam o Vasco – líder até esta rodada.

O jogo por si só é um grande atrativo para o público, imprensa e atletas, e não é necessário este tratamento para valorizar o espetáculo.

Será um grande jogo, mas não o fim do mundo. Vencedor e vencido ainda continuarão brigando pelo título, vencedor e vencido ainda apresentaram problemas. E a vida continuará para vencedor e vencido.

O Clássico é só um jogo no campeonato, vale somente 3 pontos assim como os jogos contra as pequenas equipes e não pode ser supervalorizado.

Na minha opinião um time não deixa de ser campeão porque perdeu um clássico e sim porque deixou de vencer equipes que todos os outros venceram.

No ano passado o SCCP deixou de ser campeão por causa dos clássicos, mas deixou de ser campeão porque não conseguiu vencer nenhum dos jogos contra o Atlético Paranaense.

O título é ganho nas 38 rodadas e não em um clássico.

Que os dirigentes dos dois clubes entendam isto e deem continuidade ao trabalho de sua comissão técnica e confiança aos atletas.

Chega de supervalorizar um jogo em um campeonato que tem outros 37 jogos.