Escolha uma Página
CR7: Ame ou Odeie

CR7: Ame ou Odeie

Não tem meio termo, ninguém consegue ser indiferente a este grande jogador do futebol mundial. Para o bem ou para o mal, Cristiano Ronaldo move multidões, seja para atacá-lo ou defendê-lo.

Cheio de carisma, com um currículo invejável e bastante marra, o jogador português parece chegar a esta copa do mundo no seu auge, gerando em todos a grande dúvida: ele vai conseguir carregar sua seleção sozinho?

Muitos vão argumentar que na conquista da Eurocopa o craque do Real Madri não fez falta quando se machucou na final, que o resto do time jogou mesmo assim, mas… sabemos que isso é coisa dos “haters”. Sem ele, dificilmente a seleção estaria na copa, e sem sombra de dúvidas não teria a menor chance de títulos não fosse a presença do atual melhor jogador do mundo.

Na estreia contra a Espanha, CR7 pegou pouco na bola, é verdade, mas quando pegou, sofreu um pênalti e fez 3 gols, sendo o último quase nos descontos, após sofrer uma falta na entrada da área. Se olharmos a carreira de Cristiano Ronaldo, poderemos ver que de uma maneira geral o seu desempenho é 8 ou 80: ou ele acaba com o jogo, ou ele simplesmente não aparece. Dificilmente vemos ele fazendo uma partida mediana, sem brilho e sem desaparecer.

O que acho mais curioso é ver o pessoal aqui no Brasil criticando o jogador por causa de suas características extra campo. Uns dizem que ele é marrento, e aí me perguntou: o que era o Romário. Outros dizem que ele é vaidoso, e aí pergunto: O que é Neymar? Ainda temos aqueles que dizem que o Gajo é pipoqueiro, que some em decisões. A estes, só consigo atribuir muita raiva ou frustração, além de uma inacabável fonte de desinformação.

O currículo de Cristiano Ronaldo fala por si só. São muitos títulos, individuais e coletivos, gols em decisões, gols históricos, atuações épicas. Não importa se você ama ou odeia o português, uma coisa é simplesmente inquestionável: ele é um dos melhores de todos os tempos.

O último jogo

Hoje a Nike Futebol lançou o filme “Último Jogo”, um vídeo de cinco minutos estrelado por gênios da bola como os craques Cristiano Ronaldo, Wayne Rooney, Neymar Jr., David Luiz, Zlatan Ibrahimović, Andrés Iniesta, David Luiz, Franck Ribéry, Tim Howard e Ronaldo Fenômeno.

Na animação, a missão dos craques – incentivados por Ronaldo – é salvar o futebol das garras do O Cientista e seus clones “perfeitos”, que jogam sem arriscar e sem emocionar a torcida.

Dispostos a arriscar tudo, os ex-atletas propõem um novo desafio aos clones: o último jogo mata-mata.

Para saber quem leva a melhor nesta disputa, assista o vídeo :

O ‘Último Jogo’ foi produzido em parceria pela Nike, Wieden e Passion Pictures e dá continuidade à campanha #ArrisqueTudo que já reuniu os craques em uma única partida em “Quem ganha fica” e mostrou a pressão de entrar em campo em “Arrisque tudo”.

Quartas de final champions – volta

Chegamos aos jogos de volta das quartas com alguns confrontos em aberto e outros praticamente definidos. Segue uma análise dos confrontos:

 

Real Madrid x Galatasaray (3 x 0 Real, ida em Madrid)

   Esperava maior resistência por parte do time turco, porém o Real com esse placar já tem a vaga praticamente assegurada, pois não acredito que o Galatasaray consiga fazer um 3 a 0 ou mesmo um 4 a 0 para passar direto.

Pesou muito as atuações apagadas do Sneijder, Yilmaz e Drogba(esse último o menos pior dos 3), por outro lado o Real jogou bem, com o Cristiano Ronaldo jogando como sempre(e marcando para variar).

Provavelmente daqueles jogos que o time entra para sair com alguma dignidade da competição e nada mais.

 

 

Borussia Dortmund x Málaga (0 a 0 em Málaga)

   Jogando fora de casa, dá para dizer que quem desperdiçou a chance de ganhar foi o Borussia, que cansou de perder gols, ao passo q o Málaga ter saído no 0 a 0 foi lucro, pois o prejuízo poderia ter sido muito maior dado o domínio exercido pelo time alemão.

A partida de volta deve apenas sacramentar o Borussia na semifinal, pois não acredito que mesmo que consiga marcar um gol fora de casa, o time espanhol consiga segurar a pressão.

Deve ser como na fase anterior, onde empataram com o Shaktar fora e massacraram dentro de casa.

 

 

Barcelona x PSG (2 a 2 em Paris)

   Acabou sendo o jogo mais equilibrado da fase(muito em função da contusão do Messi ao final do primeiro tempo) é dos poucos jogos que dá para dizer que está totalmente indefinido.

Mesmo com a vantagem de jogar em casa, o Barcelona já viu que terá de encarar uma defesa difícil de ser ultrapassada, ainda mais com o Thiago Silva jogando demais. Ele praticamente anulou o Messi, conseguia acompanhar e apenas em um lance que o argentino escapou que saiu o gol.

A sorte do Barcelona reside só para variar nos pés do Messi, pois se ele não puder de fato jogar, as chances do PSG surpreender são imensas, pois o Barça vem em uma fase muito irregular e tem sido nesses momentos que o argetino vem fazendo a diferença(afinal na boa fase muitos outros faziam, o que não tem sido tão frequente).

 

Juventus x Bayern de Munique (2 a 0 Bayern, ida em Munique)

   Jogo que era para ter sido o mais equilibrado dos 4, acabou se mostrando jogo de um time só.

O Bayern dominou totalmente a Juventus, podia ter feito muito mais do que apenas 2 gols, mas perdeu diversas chances também.

O time italiano saiu até no lucro com esse resultado, porém mesmo jogando em casa não acredito que consiga tirar a desvantagem e fazer 2 a 0 para pênaltis ou 3 a 0 para passar direto.

Depois do susto em casa, é muito improvável que o time alemão entre acomodado, então é até possível que eles venham a vencer novamente, agora na Itália.

Quartas de final Champions – ida 2

Seguem os dois confrontos da fase :

 

Real Madrid x Galatasaray

Um dos confrontos mais desequilibrados dessa fase(senão o mais), pois não tem nem como comparar os 2 elencos, a diferença é absurda.

O real chega com a moral de ter eliminado o mais difícil rival dentre os 8 classificados, o Manchester United e dentro do Old Traford, vem em boa fase no espanhol também, tendo chegado a vice liderança, sem contar as 2 vitórias bem convincentes sobre o arquirival Barcelona. A fase do time dá a entender que não deve ter problemas com esse adversário.

Comentado anteriormente já, os reforços do Galatasaray deram um novo status para o time, que vinha como grande azarão(acredito que apenas acima do Celtic), agora é um time que exige muito mais respeito e cuidado. Venceu de forma convincente também o Schalke em casa(o que não costuma ser fácil) e também chega fortalecido para esse confronto, em especial pelo fato de seus reforços do começo do ano estarem muito mais entrosados.

O jogo de ida pra em Madrid pode ser decisivo para essa disputa. Uma vitória com boa margem do Real, praticamente garante o time espanhol(a partir de uns 2 a 0), porém se o Galatasaray se superar e conseguir uma vitória fora, a chance de uma zebra torna-se muito grande. Os turcos dependerão de nos 2 jogos o trio Yilmaz-Drogba-Sneijder estarem inspiradíssimos para terem uma boa chance, do contrário não serão páreo para o time madrilenho.

Borussia Dortmund x Málaga

OUtro confronto que considero bastante desequilibrado dessa fase, porém menos que o do Real, pois aqui tratamos de dois times considerados grandes surpresas do torneio.

Vencendo com facilidade o Shaktar em casa, o Borussia chega com status de favorito nessa fase. Único time ainda invicto(o outro era a Juventus, mas que perdeu para o Bayern) chega com o time encaixado e muito bem entrosado. A jovem dupla Reus e Götze não pareceu sentir a pressão de estar em uma fase decisiva e vem jogando seu melhor futebol, assim como o artilheiro Lewandowski.

O Málaga por sua vez é o maior azarão dessa fase, pois apesar da boa campanha, ninguém acreditava que eles superassem o tradicional Porto, porém eles fizeram valer seu melhor time e despacharam o time português em casa com um relativamente tranquilo 2 a 0. Estão no lucro já por terem chegado tão longe e como na fase anterior estão jogando pra ver até onde dá para chegar.

Acredito que assim como na fase anterior o Borussia talvez tenha problemas na Espanha, mas decidirá esse confronto também em casa. Resta ao Málaga tentar perder de pouco, para buscar o resultado em casa igual fez com o Porto. Vejo o time do Borussia, principalmente pelo seu excelente entrosamento, apenas abaixo de Barça, Bayern e Real, o que pode faze-lo o azarão das semi, caso os 4 passem.

Jogos de volta Champions – parte 1

Jogos de volta Champions – parte 1

Essa semana conheceremos os 4 primeiros classificados para as quartas-de-final da champions, e segue agora a situação de cada confronto.

Borussia Dortmund x Shaktar Donetsk (ida 2 x 2 em Donetsk)

   O jogo como esperado foi bem equilibrado e com o Shaktar tentando fazer o resultado já na ida, porém o Borussia mostrou muita força e conseguiu levar para a volta um excelente empate em 2×2, que permite que o time possa empatar tanto em 0x0 como 1×1.

A volta na Alemanha aponta para um favoritismo maior do Borussia, além da própria questão do resultado conquistado na ida, a necessidade do Shaktar em atacar para fazer o resultado deve facilitar a ação do time de Dortmund, que faz com velocidade a transição defesa-ataque, tendo com esse cenário, grande possibilidade de matar o jogo e garantir sua passagem para as quartas.

Acredito que o Shaktar, apesar de poder engrossar o jogo, tal como fez com Juventus e Chelsea, não deve sair classificado do confronto.

Manchester United x Real Madrid (1 x 1 em Madrid)

   Grande partida, que teve um gosto amargo para o Real, que pressionou o jogo todo, mas não conseguiu ser eficiente a ponto de conquistar um resultado melhor em casa. Ao passo que para o Manchester não ter saído derrotado e com um gol na casa do rival, teve gosto de vitória.

Com o Real indo de moral altíssima depois de duas vitórias expressivas contra o Barcelona(um inclusive com o time misto), diminui consideravelmente o impacto do primeiro jogo, dando quase uma sensação de que está tudo partindo do 0. Cristiano Ronaldo em alta depois de ter acabado com o jogo da Copa do Rei(e jogado muito melhor que o Messi), pode ser o fator de desequilíbrio no confronto.

Do lado do Manchester, o time caminha tranquilamente para a conquista do título inglês e vem jogando muito bem, inclusive com o Kagawa tendo seu momento artilheiro(marcou 3 gols em uma partida). Jogando em casa e com a vantagem do empate sem gols, será um adversário dificílimo de ser batido.

Jogo sem favorito, ambos vem em bons momentos e seus melhores jogadores estão em grande fase, qualquer resultado pode ser considerado normal. Ainda sim aponto uma ligeira vantagem para o time de Manchester, principalmente pelo resultado.

Juventus x Celtic ( 3 x 0 Juventus em Glasgow)

   Fez juz ao fato de ser o confronto mais desequilibrado dessa fase.

Juventus vai tranquila para o confronto e não deve ser muito ameaçada no jogo, capaz de aplicar outra goleada se o Celtic partir com tudo para o ataque.

O time do Celtic deve ir mesmo para ser eliminado com alguma dignidade, deve tentar pelo menos uma vitória, que mesmo assim ainda acho improvável.

Não deve ser das partidas mais interessantes, a Juve deve usar sua forte defesa para segurar o jogo e o Celtic como não tem um setor ofensivo dos mais fortes, não deve ser de grande ameaça.

Paris Saint-Germain x Valência (2 x 1 PSG em Valência)

   Resultado que encaminhou bem a classificação do time francês para a próxima fase, pois obrigará o Valência a fazer no mínimo 2 gols para conseguir se classificar(ou placar de 3×2 para cima).

PSG mostrou muita força no primeiro jogo e mesmo sem o Ibrahimovic(expulso no primeiro jogo), irá muito forte para essa partida.

O time do Valência terá sérios problemas em conseguir reverter esse resultado, ainda mais na boa fase que atravessa o time francês. Sua principal arma são seus atacantes Soldado e Jonas que vem em ótimo momento e neles que reside a esperança de reverter esse quadro adverso.

Não acredito que o time espanhol reverta esse resultado, ainda sim não é um confronto definido, pois eles contam com boas peças ofensivas, que se tiverem chance devem guardar seus gols.