Arquivo da tag: coritiba

Falta um!

Apesar dos desfalques e da expulsão estúpida do Valdívia, o Palmeiras deu um passo importantíssimo para a conquista do título da Copa do Brasil, ao vencer em casa o Coritiba por 2 a 0.

O time contou com um desfalque de última hora, pois o Barcos com um problema de apendicite, acabou inclusive por operar horas antes do jogo, sendo desfalque nesse e muito provavelmente no próximo.

Indo para o jogo, primeiro ressaltar o comportamento excepcional da torcida: apoiou o jogo inteiro, fez uma bela festa antes do início da partida, não cornetou e mesmo quando o time sofria pressão, não deixava de incentivar. É assim que uma torcida tem de se comportar, ainda mais em uma final.

A partida não mostrou nem de longe das melhores atuações do Palmeiras, pelo contrário, o time sentiu muito a falta tanto do Henrique, como do Barcos e tinha problemas na saída de bola e também no setor ofensivo, onde o Betinho apesar de esforçado, não conseguia abrir espaços como o Barcos. O Coritiba aproveitou essa desorganização e teve até chances de abrir boa vantagem, porém parou no Bruno, que teve noite inspiradíssima.

O Palmeiras quando começou a se ajeitar, teve no Valdívia seu grande destaque, pois ia buscar jogo, criava e até cavava algumas faltas e tomou amarelo em um lance besta onde ameaçou jogar uma bola(cartão desnecessário, não era pra amarelo isso). Quando o jogo se encaminhava para um empate, em um lance de falta, agarraram o Betinho na área e no pênalti o Valdívia abriu o placar.

Segundo tempo contou com um Palmeiras muito mais organizado, tendo de novo o Valdívia como cérebro do time, organizando o time e não tardou a sair o segundo gol: falta que Marcos Assunção cobrou e, contando com um desvio de Lincoln, Thiago Heleno marcou o segundo de cabeça.

Chegou o momento inexplicável: o Valdívia sem razão acerta o jogador do Coxa, toma outro cartão e é expulso. O time então acabou por se fechar atrás e mesmo sofrendo grande pressão do Coritiba(até um pênalti não marcado em cima do Tcheco) o Palmeiras segurou a vitória sem sofrer gols em casa(fator fundamental para levar a boa vantagem para o Paraná).

Dá pra dizer que o time venceu muito mais pela raça do que pelo bom futebol(que de fato não mostrou), os jogadores principalmente quando o time ficou com 10, se desdobraram para segurar o placar e conseguiram. Acredito que o jogo de volta, já contando com o Henrique, o time deve ter uma melhor organização dentro de campo(principalmente defensiva) e contar com uma saída de jogo mais qualificada. Não tem nada ganho até o momento, mas considerando as boas apresentações na competição, acredito que o segundo jogo deva apenas confirmar o título.

Sobre a rodada do fim de semana: o time jogou sem nenhum titular e apesar da total falta de entrosamento, valeu para observar alguns jogadores que tiveram atuação destacada: João Denoni, de longe o melhor em campo pelo time, parece ser bom volante. O Luiz gustavo, que se mostrou seguro na defesa e o Caio que apesar de não ter tido muitas chances de finalizar, as vezes que foi acionado, soube fazer muito bem o pivô(fazendo boas jogadas de “um dois” com o Maikon Leite). São três jogadores que vale a pena observar. Destaque negativo para mais uma falha do Deola, que cada vez mais vem se mostrando inseguro quando é acionado(confesso surpresa, pois confiava mais nele do que no Bruno). A derrota foi até certo ponto injusta, pois pelo que os dois times jogaram, um empate seria mais condizente.