Escolha uma Página
Higuita: O escorpião rei

Higuita: O escorpião rei

No futebol vários jogadores se destacaram por diversos motivos, Pelé e Maradona foram os melhores, Cruijff foi o mais tático e inteligente, Garrincha o mais habilidoso, Beckenbauer o mais versátil. Mas nenhum jogador atingiu notoriedade mundial de uma maneira tão exótica quanto René Higuita.
Habilidoso como poucos, Higuita foi a figura mais irresponsável da história do futebol, apesar de jogar como goleiro, ele nunca teve nenhum pudor em exibir sua habilidade, mesmo que para isso tivesse que colocar sua equipe em situações complicadas e até mesmo constrangedoras.
Colombiano nascido na cidade de Medellín, Higuita começou a se destacar defendendo o Atlético Nacional de sua cidade, equipe pela qual venceu a taça Libertadores da América em 1989, e nesta competição o mundo conheceu o goleiro que mais do que impedir os gols adversários, também fazia uns golzinhos e frequentemente saía de sua área para driblar os atacantes adversários.
Após vencer a libertadores, faltava para Higuita mostrar sua habilidade em uma copa do Mundo, e a oportunidade surgiu na copa da Itália em 1990. Sobre este evento podemos dizer que Higuita não decepcionou os fãs de sua irresponsabilidade mas não deve ter agradado o torcedor colombiano.
Depois de uma boa campanha na primeira fase, a seleção colombiana classificou-se para as oitavas de final, na qual enfrentaria a outra surpresa daquela copa, a seleção de Camarões do veterano Roger Milla. Prepotente, Higuita possivelmente subestimou os camaroneses e arrancou de sua área rumo ao meio de campo driblando os adversários, o que ele não esperava era que o astuto Milla já prevendo a jogada de Higuita lhe tomasse a bola e tocasse para o gol aberto e desprotegido, classificando Camarões e eliminando a Colombia do mundial.
Depois da copa de 90 poderia se pensar que Higuita nunca se superaria na arte de ser irresponsável, mas em um amistoso contra a seleção inglesa em 1995 ele provou que sua capacidade jamais poderia ser subestimada. No mítico estádio de Wembley em uma partida que tinha tudo para ser mais um amistoso sem graça, Higuita fez o exigente público inglês delirar ao fazer a defesa mais circense da história do futebol. Projetando seu corpo para a frente, dando um salto ao estilo “peixinho” e erguendo os calcanhares como um rabo de escorpião, Higuita defendeu um chute do meia inglês Jamie Redknapp com os calcanhares.
Apesar da incrível habilidade e da ousadia única, a irresponsabilidade fora dos campos equivalente a que tinha dentro deles, levou a carreira de Higuita ao declínio, envolvimento com o narcotráfico e suspensões por uso de cocaína mancharam sua gloriosa carreira. Mas sem dúvida Higuita deixou seu nome na história do futebol como um inovador que inspirou goleiros como o paraguaio Chilavert e o brasileiro Rogério Ceni a cobrarem faltas e penaltis e fazerem gols, o legado de René Higuita ficou para sempre na história do futebol mundial, porém sua habilidade e irresponsabilidade são únicas e jamais existirá outra figura como ele.

10 Uniformes de Goleiro que fizeram história

10 Uniformes de Goleiro que fizeram história

Desde as primeiras versões das regras do futebol, foi definido que o goleiro deveria utilizar um uniforme que diferenciasse dos outros jogadores. Inicialmente foram usados uniformes de cores neutras e discretas, como preto, branco e azul, porém a partir dos anos 70 e 80 começou a haver uma revolução de cores e padrões, que chegou ao ápice nos 90, tornando as vestimentas de goleiro em um retrato da personalidade do goleir.  Para mim esse são 10 (mas não únicos)  uniformes de goleiros que fizeram história:

1 –  Emerson Leão – A partir da metade de sua carreira, Leão começou a usar uma camisa listrada horizontalmente com as cores do clube que defendia e essa se tornou uma de suas marcas. Na Imagem, réplica da usada no Palmeira feita pela Adidas  recentemente.

2 – Zetti – Clássico uniforme vermelhofeito pela penalti que foi usada em boa parte da sua passagem pelo São Paulo. Recebeu uma réplica uns anos atrás, feita pela Reebok.

 

3- Taffarel –  Os uniformes usados nas Copas de 94 e 98 são belíssimos (principalmente em comparação com os atuais)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

4 – Rogério Ceni – No começo dos anos 2000, rogério começou a usar camisas com desenhos seus em situações como dirigindo um monster truck ou pilotando um avião, após um tempo aposentou essas camisas.

 

 

 

 

 

 

 

 

5- Chilavert – Se não o primeiro goleiro a usar ilustrações na camisa foi o principal jogador a popularizar. Suas camisas ficaram famosas pela ilustração do cão. Nos últimos anos de carreira usou camisas mais discretas.

 

6- Jorge Campos – Bom goleiro Mexicano que nunca foi levado a sério graças a sua excentricidade e uniformes extremamente coloridos.

7 – Ronaldo – Não sei se era imposição da fornecedora ou se era do próprio jogador, mas as camisas usadas no Corinthians sempre tiveram uma beleza peculiar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

8- Template Adidas Copa 94 – Uniforme usado pelos times que vestiam adidas na copa de 94, a grande diferença pra cada seleção eram as cores usadas, porem seu desenho marcou. Na foto o mítico goleiro Sueco Thomas Ravelli.

9 – Pablo Aurrecochea – Goleiro Uruguaio do Guarani do Uruguai, famoso por usar uniformes baseados em super heróis ou desenhos animados.

10 – Jerémie Janot – Goleiro frances do Saint Etienne. Talvez o goleiro mais fanfarrão em atividade, ja chegou ao ponto de até usar uma mascara de homem aranha.