Santos, Corinthians e desfalques.

Hoje será escrito mais um parágrafo na história do clássico mais antigo entre os quatro grandes clubes do futebol paulista. Hoje é dia de Santos x Corinthians, o Clássico Alvinegro.

Diante de sua torcida na Vila Belmiro, o Santos entra em campo sem Neymar e Ganso, suas duas maiores estrelas, mas com Borges que está em grande fase e um meio de campo de respeito com Arouca, Henrique, Ibson e Elano. Já o Corinthians visita o Campeão da Libertadores 2011 sem Ralf – convocado para a Seleção Brasileira – que deve ser substituído por Moradei; sem o goleiro Júlio Cesar , que terá Danilo Fernandes como substituto; sem Jorge Henrique – suspenso pelo terceiro cartão amarelo – entrando Alex em seu lugar. Além de Liédson, que vem sendo substituído por Emerson Sheik voltando a equipe do Parque São Jorge depois de não iniciar no time titular no último jogo. O lateral direito Alessandro volta à equipe depois de se recuperar de lesão.

Como podemos perceber, o clássico terá uma grande quantidade de desfalques, mas é um clássico e, como tal, não há favorito. O Santos busca melhorar sua posição inconveniente na tabela de classificação. Já o Corinthians procura manter-se entre os primeiros colocados. Portanto, podemos esperar um grande jogo de futebol mesmo sem as grandes estrelas dos clubes, pois ambos precisam da vitória.

O ponto negativo vai novamente para a CBF que, em mais um exemplo de péssima organização e planejamento, tira jogadores importantes de um um clássico que já havia sido adiado por conta da participação do Santos nas finais na Libertadores da América. Será que, sabendo do jogo da Seleção Brasileira contra a Alemanha, o jogo entre Santos e Corinthians não poderia ser marcado para outra data? Ambos os clubes acabam prejudicados, pois perdem suas estrelas. O público é o que mais perde, pois não verá em um clássico tão importante jogadores que podem fazer total diferença para seus clubes.

Enfim, hoje é dia de futebol! Muricy Ramalho deve entrar com um time mais cauteloso e Tite deverá colocar o Corinthians no ataque. Melhor tática não existe em um clássico e o Santos deve ser o mais pressionado por estar diante de sua torcida. Jogo para ser explorado nos detalhes, jargão típico que cabe adequadamente em um clássico que promete.

Deixe uma resposta