Sai Edson Gaúcho, entra Guto (quem?) Ferreira

Guto Ferreira é o novo técnico do Criciúma. Essa foi a notícia que veio do sul do estado, e confesso me pegou ligeiramente de surpresa. Não pela demissão de Edson Gaúcho, que não é nenhum gênio, porém a origem desse nome é que me intriga.

Uma carreira que tem como auge as categorias de base do Internacional é no mínimo curioso. Vindo do Mogi Mirim, Guto tem um trabalho difícil pela frente. Mas também pode ser o trabalho que o alçará ao primeiro escalão dos técnicos brasileiros.

Não que o Tigre esteja com essa moral toda, mas com a crise de qualidade que temos no nosso futebol, um treinador que suba para a Série A com um time de menor expressão com certeza saltará aos olhos dos grandes times. Mas isso é tema para outro post.

Falando do Criciúma, a derrota para o Vila Nova foi péssima, mesmo fora de casa, quem quer subir não deve, não pode ter esse tipo de resultado. Penso que a diretoria concorda comigo e mandou o técnico embora.

Não que a culpa seja toda do Gaúcho, mas algo tinha que ser feito, e rápido como foi. Essa é a cultura do nosso futebol, e assim mais uma vez sobrou para técnico.

O Criciúma não tem time para correr risco de cair, mas se o objetivo for subir muita coisa tem que melhorar.

Deixe uma resposta