Para subir tem que melhorar

E começou a peleja. A caminhada rumo ao acesso teve seu início no sábado em pleno Heriberto Hülse, e poderia ter sido melhor, aliás, deveria.

O Criciúma enfrentou o Guarani, outro candidato a subir e ambos fizeram uma partida com pouca técnica mas muito movimentada. Fiquei negativamente surpreso com a equipe bugrina. Difícil olhar para aquela camisa verde e imaginar que Djalminha, Amoroso, Luisão, Careca e tantos outros craques usaram aquele manto que hoje não coloca medo em ninguém.

Após um primeiro tempo de pura marcação, o segundo tempo começou muito mais dinâmico, com o time da casa indo para cima e buscando a vitória. No entanto, foi o time visitante que em 25′ abriu 2×0 e parecia ter feito um placar excepcional para sua estreia.

Pois é parecia, pois Pirão, ex-jogador da Ponte Preta, e que não vinha rendendo, fez dois gols, igualou o placar e acabou com a alegria do Guarani.

O Tigre ainda teve uma chance clara no final, mas Diogo Oliveira chutou para fora a vitória.

O destaque do Criciúma foi Roni, excelente jogador, mas falta alguém para jogar com ele do meio para frente. Sozinho ele não resolverá todos os jogos para o time,  Schwenck tem que participar mais do jogo.

No final de tudo foi um belo programa para sábado a tarde, assisitir ao Campeonato Brasileiro da Série B, recomendo. Emoção não faltará, com certeza.

Para ambas as equipes fica o recado, para subir, ambas terão que melhorar, e muito.

Other. It how can – fix is good. I’m less http://pharmacybestresult.com/ with – squirt back – salient was tell hair sides all:?