Escolha uma Página

Domingo teve o segundo jogo entre Vasco x Palmeiras na semana e o resultado ser repetiu: novamente o Palmeiras cansou de perder chances e o Vasco aproveitou bem e venceu de novo, dessa vez por 1 a 0.

O jogo foi quase como o de quinta-feira, porém sem o Marcos Assunção, mas com Valdívia de volta, o Palmeiras pressionava o Vasco e chegava constantemente próximo a área vascaína, porém a impressão que se tinha era a de que eles não sabiam o que fazer com a bola, pois cansaram de desperdiçar boas oportunidades. O Vasco por sua vez, seguia o mesmo toque cadenciado, mas em especial no primeiro tempo, sentiu-se acuado pela forte pressão alviverde e pouco criou.

Veio o segundo tempo e o Vasco partiu para cima, tentando decidir a partida à seu favor, e aproveitava as brechas, principalmente no meio-campo do Palmeiras, para ter liberdade na criação. O Palmeiras vivia a mesma sina dos últimos jogos, criava, mas não finalizava…

Com a entrada de Bernardo, tinha-se a impressão de que o Vasco perderia poder de criação, ainda mais que havia saído o Juninho Pernambucano, porém o que se viu foi um aumento da pressão e em um lance de bola parada, em uma bela cobrança de falta, o Bernardo decidiu a partida em favor do Vasco, já que depois do gol o Palmeiras ainda tentou pelo menos o empate, mas nada conseguiu e saiu de campo novamente derrotado pelo Vasco.

 

Aqui os melhores lances do jogo:

 

Sobre o jogo

– O Palmeiras está com um gravíssimo problema ofensivo, pois os jogadores aparentemente esqueceram que para se fazer gol, tem de finalizar com o mínimo de eficiência, o que já vem há pelo menos uns 4 jogos sendo algo difícil de ver, as finalizações andam tristes…

– Ao que parece o caso Kleber gerou um mal-estar no grupo, segundo o Felipão. É lamentável que deixem o time chegar a esse ponto, onde picuinhas e invejas caiam tão mal. Culpa da diretoria, que conduziu o caso de forma patética, e deixou essa péssima impressão de que birrento sai ganhando.

– Esse jogo provou mais uma vez o que já havia comentado anteriormente: que o time do Palmeiras só consegue ir além, quando todos jogadores jogam 100% do que podem e como o time vem oscilando, com nem sempre os jogadores em jornadas felizes, acontece isso.

– Lamentável a atuação da arbitragem de novo, pois um jogo que seguia tranquilo, quase acaba em violência, pois ele não teve pulso para expulsar o Fágner, quando o mesmo pegou sem bola o Luan, em falta violenta. Assim como deixou o chilique do Bernardo impune e depois deu amarelo em uma falta seguinte, ou seja, ele seria expulso. Acho que não querendo justificar o resultado, mas continuamos a ver árbitros sem nenhum critério, onde cada um apita da forma que mais lhe convém.

%d blogueiros gostam disto: