Escolha uma Página

Depois das últimas apresentações do Palmeiras(principalmente do setor ofensivo), parecia difícil acreditar na possibilidade do time reverter a desvantagem de 2 a 0 sofrida no jogo de ida em São Januário, porém o que se viu, foi o Palmeiras jogando como há muito não se via.

Com um início todo à frente, o Palmeiras começou disposto a resolver logo de cara o jogo, e a proposta ofensiva não tardou a mostrar resultado, pois em chute de Valdívia, que o Fernando Pras espalmou mal, Luan no rebote abriu o placar. Mesmo depois do gol, o Palmeiras continuou a pressão e quase marcou o segundo em cabeçada de Henrique. O único perigo que o vasco levou, foi em bom chute do Leandro, que Marcos fez excelente defesa.

O segundo tempo começou e com 8 minutos, o Palmeiras igualou o confronto, pois em boa jogada de Luan pela ponta, ele passou para o Kleber, que de primeira fez o segundo. Quando parecia ser apenas questão de tempo para o Verdão fazer o terceiro e definir o confronto, Jumar acerta daqueles chutes típicos do time que tá em boa fase(porque ele nunca havia acertado chute tão perfeito) e faz um golaço, obrigando o Palmeiras a fazer mais 2. Partindo para o tudo ou nada, conseguiu como lances mais perigosos, uma bola de Valdívia na trave e ainda fez o terceiro, em mais uma boa cobrança de falta de Marcos Assunção(sempre ele), porém logo após o gol o juiz encerrou a partida e o Palmeiras saiu eliminado, mas aplaudido pela torcida, que soube reconhecer o esforço do time, que apenas por detalhes não conseguiu a vaga para a próxima fase.

 

Aqui os melhorese momentos do jogo:

 

Sobre o jogo:

– Luan mais uma vez mostrou o porque é tão importante para o time, pois apesar de errar alguns lances fáceis durante o jogo, marcou o primeiro gol, deu o passe do segundo e fez o lance que originou a falta do terceiro. Apesar da limitação, continua sendo peça fundamental do time.

– Depois de 9 jogos de jejum, Kleber finalmente desencantou e chega além de motivado, com o jejum quebrado para o clássico.

– Ainda sobre o Kleber, tanto ele como o Valdívia finalmente fizeram o que de ambos se espera: buscaram jogo o tempo todo, criaram chances e foram fundamentais nessa vitória alcançada pelo Palmeiras.

– Nada mais justo do que o aplauso e gritos de incentivo ouvidos da torcida que compareceu ao jogo, pois mesmo eliminado, o Palmeiras lutou até o fim, não se deu por vencido em nenhum momento e mostrou que tinha todas condições de ter passado, uma pena que tenha feito partida tão pior no jogo de ida.

%d blogueiros gostam disto: