Os lugares comuns(cornetagens) pós-convocação

As convocações vem tornando-se uma rotina de reclamações iguais e de uma supervalorização da seleção. Em tempo: não acho o Mano o técnico ideal, acho que ele simplesmente convoca por conveniência, fora as questões de critério(tipo chamar o Jadson e quando ele joga melhor, exclui-lo), mas a parte que quero comentar é justamente em relação a quem ainda acredita que temos um supertime.

Atualmente pagamos o preço de viver em um tempo onde a retranca e defensivismo vem sendo defendido desde a categoria de base e a prova disso é olharmos a disparidade do nível entre defesa e ataque da seleção… Os poucos jogadores brasileiros que temos como destaque em clubes europeus, são de defesa: Julio Cesar, Daniel Alves, Thiago Silva, David Luis, Marcelo, Luisão, Ramires(pode ser mais ofensivo, mas é volante), Lucas Leiva, Alex(não vive uma fase tão boa, mas foi a peso de ouro para o PSG), Adriano(que sempre joga no Barça), Diego Alves, Rafael e Miranda e Filipe Luis(que apesar de aparecerem menos na mídia, são titulares absolutos do Atlético de Madrid)

E no setor ofensivo o que temos? Um robinho que alterna bons e maus momentos e vive sendo reserva do Milan, Hulk(esse sim com muita moral lá fora), Nilmar(que vem afundando junto com o seu time e quase voltou ao Brasil), Willian(que vem sendo destaque no Shaktar), Jonas(que vem marcando uns gols no Valência), Hernanes(que é titular absoluto e destaque da Lazio, um dos poucos com grande relevência), Kaká(que é só um reserva no Real), Diego(que apesar de titular, nem de longe correponde ao que se esperava dele), fora outros de muito menos destaque que esses citados.

Some isso e vocês tem mais ou menos isso aí que foi chamado: uma seleção forte na defesa e com um ataque capenga. É de se discutir coisas como a convocação do Gaúcho, que vem praticando um psedudo-futebol(quando eu achava que ele de fato dava a entender que queria jogar de novo, quebrei a cara, ele continua o mesmo preguiçoso e sem vontade dos últimos 4 anos).

Some isso também ao fato do torcedor brasileiro ser de longe o mais chato e impaciente que existe. Pra pegar um exemplo, vamos ao São Paulo, que tem 2 jogadores acima da média chamados Casemiro e Lucas, ambos são dois “velhos” de 19 anos… Tem pouco mais de um ano como profissionais e já são cobrados como se fossem astros que tivessem obrigação de decidir todas as partidas. Apenas como base de comparação: o Messi(leram bem? MESSI), estreou no Barcelona na temporada 2003-04 em um jogo em 2003(16/11) no caso um amistoso. Primeiro jogo oficial, quase um anos depois em 2004(16/10), foi ser titular do time apenas em 2005-06, isso ainda sendo mero coadjuvante e foi de fato tornar-se a estrela principal do time em 2008-09. Olhando o tempo todo que ele levou para tornar-se o principal jogador do time, será que preciso dizer mais sobre o quanto o brasileiro é chato e cri cri?

Muitos vão dizer: ahh, mas o Neymar… O Neymar é dos casos extremos, não é sempre que surgem jogadores que evoluem em nível tão rápido como ele, então se a cada jogador de bom nível que desponta, usarmos ele como referência, vamos queimar um após outro, pois nem todos estouram rápido dessa forma.

Some isso ainda aos jogadores absurdamente mal-acessorados, tipo o Ganso, que era pra ter um destaque equivalente ou próximo ao Neymar, mas que por contusões e polêmicas com transferências, nem de longe consegue mostrar tudo o que pode.

Nossa última geração até foi boa, mas os jogadores administraram muito mal suas carreiras e prova disso é que o grupo que deveria estar à frente e conduzindo essa seleção(Ronaldinho Gaúcho, Adriano, Kaká, Diego e Robinho), são meras caricaturas do que se esperava deles neste momento.

Pra finalizar a lista propriamente dita:

GOLEIROS Diego Alves (Valencia) Julio Cesar (Inter de Milão) Rafael (Santos)

ZAGUEIROS David Luiz (Chelsea) Luisão (Benfica) Dedé (Vasco) Thiago Silva (Milan)

LATERAIS Adriano (Barcelona) Alex Sandro (Porto) Daniel Alves (Barcelona) Danilo (Porto) Marcelo (Real Madrid)

VOLANTES Elias (Sporting) Fernandinho (Shakhtar Donetsk) Sandro (Tottenham Hotspur) Hernanes (Lazio)

MEIAS Ganso (Santos) Lucas (São Paulo) Ronaldinho Gaúcho (Flamengo)

ATACANTES Jonas (Valencia) Neymar (Santos) Leandro Damião (Internacional) Hulk (Porto)

Vale apenas considerações finais sobre a lista: tirava o Gaúcho e colocava o Kaká e chamava o Ralf(aliás porque agora que o Andrés virou diretor de seleções, o Ralf que era chamado sempre não foi? justamente em época que o Corinthians joga? No mínimo estranho…)

O jogo será contra a Bósnia, time de nível médio, nada espetacular, porém tem melhor time que algumas seleções outrora tradicionais como: Bulgária, Polônia, Bélgica, Noruega, Dinamarca(pra citar algumas). Deu azar de depois de fazer boas campanhas nas eliminatórias para copa e para euro, pegar Portugal na repescagem. Acabou eliminado em ambas, mas é uma seleção ascendente, acredito que dentro em breve deve disputar uma copa, euro. Para primeiro jogo do ano é uma escolha interessante.

Deixe uma resposta