O sonho continua…

 

Infelizmente não foi desta vez que a seleção “vinotinto” conseguiu disputar a final de uma competição oficial. Os venezuelanos estão fora da final da Copa América.

Em um jogo em que as melhores chances foram criadas pela Venezuela, o Paraguai se classifica nos penaltis e pode ser campeão sem uma vitória sequer.

A Venezuela dominou todo o jogo enquanto a seleção paraguaia se acovardava jogando recuada e a espera de um contra-ataque que não aconteceu. Qualquer espectador  desavisado acreditaria que a seleção mais tradicional era a “vinotinto” já que os paraguaios limitavam-se a se defender.

Foram várias chances, com três chutes acertando a trave do goleiro paraguaio – dois destes chutes ocorreram já no tempo extra, e um gol anulado corretamente (embora tenha sido um lance em que normalmente os árbitros assistentes não percebem).

O Paraguai teve um atleta expulso, Jhonatan Santana após falta cometida em Rondon – embora o árbitro deveria ter expulsado também o paraguaio Dario Veron que agrediu Miku Fedor. Após a expulsão de Santana a Venezuela impôs seu melhor futebol porém não conseguiu transformar a superioridade em gol. O jogo se arrastou para os penaltis e brilhou a estrela de Justo Villar – goleiro paraguaio.

A nota triste por parte da seleção venezuelana, ficou por parte da briga generalizada depois do jogo.

A Venezuela, invicta até aqui, enfrenta no sábado a seleção peruana na disputa do 3º lugar da competição, e mesmo com derrota já garantiu sua melhor colocação na história da Copa América – a frente de potências do futebol mundial como Argentina e Brasil.

O sonho acabou? Não, logo após a disputa do 3º lugar a “vinotinto” focará suas atenções para conquista da inédita classificação a uma Copa do Mundo, já que a excelente campanha na Copa América faz com que todos acreditem que o sonho de disputar uma Copa do Mundo é um sonho possível.

O sonho continua…

 

Deixe uma resposta