O Cemitério de Elefantes

Cemitério de Elefantes, assim que Florianópolis tem se apresentado nesse Campeonato Brasileiro. Você que já ouviu esse nome mas não lembra aonde, reavivo sua memória.

Esse é o apelido do Estádio de futebol de Santa Fé, e tem esse nome porque na sua inauguração, o Santos de Pelé, aparentemente imbatível, perdeu para a simplória equipe local do Colón.

Mas voltemos a falar da Ilha da Magia. Faço essa brincadeira pois o Flamengo foi lá e não conseguiu vencer o Figueirense. Apesar de ficar duas vezes na frente saiu com um empate e não ultrapassou o Corinthians. Corinthians que há poucas semanas perdeu para o Avaí aonde? Pois é também em Floripa.

Como a cidade tem tratado mal os líderes não é? O Vasco que se cuide, o time bem embalado por duas vitórias seguidas em cima do Palmeiras, nunca esteve tão perto da liderança e parece que já esqueceu da traulitada que tomou do Fogão semana passada.

Se os cruz-maltinos não se atentarem podem ser mais dos Elefantes a cair em terras desterrenses.

Dos cinco primeiros colocados, o único que venceu em Florianópolis foi o São Paulo, de virada, num jogo bem complicado.

Não vejo um explicação para isso, ao menos não uma racional, o fato é que quem vai para lá só volta feliz se der uma paradinha no El Divino, porque na bola, não tem tido a mesma sorte.

Como eu disse, não há nada que explique essa aura que Floripa está tendo nesse Brasileirão, mas se comecei falando de um estádio argentino, encerro com um ditado em espanhol: “No creo en brujas, pero que las hay, las hay”.

 

Deixe uma resposta