Escolha uma Página

Nem acabou o segundo dia e a arbitragem já chama a atenção de todos na Copa do Mundo de 2014.

Não precisamos entrar em discussões interpretativas, como se Neymar deveria ser expulso, ou se houve falta em Júlio Cesar para constatar que os dois jogos já terminados tiveram influência direta da arbitragem.

(Enquanto escrevo a Espanha abre o placar em um pênalti duvidoso).

Os dois impedimentos dados contra o México mostram que certos lances não carecem de interpretação, apenas de acertar ou errar.

Não podemos aceitar hoje, com a tecnologia já disponível, que nos recusemos a usá-la. Repito, a Copa mal começou e a arbitragem é o que mais se comenta. Até quando?

Está muito chato, mas muito chato mesmo, termos os árbitros como personagens principais das partidas.

Friso os lances de impedimento, pois para esse lance não se discute interpretação. É ou não é.

E o “olho eletrônico” acabaria com isso. E não há um argumento que resista.

O argumento de Sep Blatter que os erros dão graça ao futebol não será por mim nem comentado. Sério, se você concorda com ele pode parar de ler esse post.

O único argumento que é fraco, mas eu me darei ao trabalho de rebater seria o da paralisação demasiada do jogo, e torná-lo enfadonho.

Mas de novo, é fraco. Peguemos os lances do México novamente. Foram gols, ou seja, o jogo já estava parado, bastava o 4º árbitro analisar o vídeo enquanto os jogadores comemoram e avisar ao árbitro principal, foi ou não foi. E deu.

Não precisa parar o jogo, espera-se acabar a jogada, e naqueles 3, 4 segundos que o jogador demoraria para repor a bola, é feita a análise do vídeo.

Vejam que nem comentei a possibilidade de desafio por parte do treinador, não precisamos nem ir tão longe para dirmir essas dúvidas.

O esporte ensina muito, quase tudo, e a vitória conquistada em cima de erros (perceba que não entro no mérito do “roubo”) deforma caráter. E não podemos mais nos dar ao luxo disso.

Tivemos dois excelentes jogos, e duas arbitragens péssimas.

Giovanni dos Santos e a Croácia que o digam…

 

%d blogueiros gostam disto: