Escolha uma Página

Brasileiras comemoram um dos gols contra a Noruega (Foto: AFP)

Com uma atuação de gala, Marta, a principal jogadora da Seleção Brasileira, fez a diferença no jogo deste domingo contra a Noruega e ajudou a equipe a se classificar para as quartas de final da Copa do Mundo 2011 com uma rodada de antecipação.
A atacante, eleita melhor do mundo nas últimas cinco temporadas, deu show, marcou dois dos três gols da vitória brasileira e ainda deu assistência para que Rosana marcasse.
Com o resultado, a seleção chegou a seis pontos no Grupo D do Mundial. Na próxima quarta-feira, às 13h (de Brasília), a equipe encara as meninas de Guiné Equatorial (já eliminada) na última rodada da fase de classificação para tentar confirmar o primeiro lugar do grupo.

Primeiro tempo

As equipes iniciaram a partida com uma postura cautelosa. O Brasil não apresentava o bom futebol que costuma jogar e o ataque ficava bastante isolado. Já a Noruega, campeã mundial, olímpica e uma das seleções mais tradicionais do futebol feminino, apostava nos contra-ataques e nas bolas aéreas. As oportunidades de gol, no entanto, eram raras, principalmente por causa do grande número de passes errados.
O lance mais perigoso e polêmico do jogo aconteceu aos 21min do primeiro tempo. Marta foi lançada e, na corrida, empurrou a norueguesa Holstad. O juiz não marcou falta e na sequência do lance, a brasileira invadiu a área, pedalou para cima da marcadora e chutou no canto esquerdo do gol para abrir o marcador para o Brasil.
Depois do lance, os torcedores presentes no Volkswagen Arena, na sua maioria fãs da Noruega, passaram a vaiar constantemente a camisa 10 brasileira.
Em vantagem, a Seleção Brasileira melhorou seu rendimento e criou chances, como a boa finalização de Rosana de fora da área que a goleira da Noruega, Hjelmseth, espalmou para o lado.

Segundo tempo

O intervalo fez bem para o Brasil. Logo no início, Marta deu uma arrancada da intermediária, invadiu a área e cruzou rasteiro. Cristiane fez o corta-luz e Rosana marcou seu segundo gol nesta Copa do Mundo.
E não parou por aí. Aos três minutos, após uma sequencia de falhas da defesa norueguesa, Cristiane roubou a bola na frente da goleira e tocou. Marta pegou o rebote, limpou o lance com calma e tocou para o fundo da rede: 3 a 0. As vaias então sumiram e deram lugar a efusivos aplausos.
“Sempre falo que quero jogar sempre melhor. Começou bem hoje. Espero que mais coisas possam acontecer em outros jogos”, disse Marta, no final da partida.
Com a vitória consolidada logo no início do segundo tempo, o Brasil teve a calma necessária para tocar a bola e gastar o tempo. Marta ainda quase fez outro gol após nova arrancada, mas, dentro da área, foi prensada na hora do chute. Nas poucas vezes que a Noruega foi para o ataque, a equipe levantava bolas na áreas, mas a defesa brasileira voltou a se mostrar sólida e impediu que as adversárias descontassem.

Outros resultados

03/07

Grupo D
Austrália 3 (Khamis 8′; van Egmond 48′; De Vanna 51′) x 2 Guiné Equatorial (Añonma 21′, 83′)
Estádio: Ruhrstadion, em Bochum
Público: 15 640

02/07

Grupo C

Coreia do Norte 0 x 1 Suécia (Dahlkvist 64′)
Estádio: SGL Arena, em Augsburgo
Público: 23 768

Estados Unidos (O’Reilly 12′; Rapinoe 50′; Lloyd 57) 3 x 0 Colômbia
Estádio: Rhein-Neckar-Arena, em Sinsheim
Público: 25 475

Ficha técnica

BRASIL 3 X 0 NORUEGA

Data: 3 de julho de 2011
Local: Volkswagen Arena, em Wolfsburg (Alemanha)
Cartão amarelo: Daiane (Brasil)

BRASIL
Andréia, Daiane (Renata Costa), Aline e Érika; Maurine, Formiga, Ester (Grazielle), Rosana e Fabiana (Francielle); Marta e Cristiane
Técnico: Kleiton Lima

NORUEGA
Hjelmseth, Holstad, Mjelde, Stensland, (Ims) e Lund; Ronning, Herlovsen, Kaurin (Thorsnes) e Giske; Mienna e Haavi (Pederson).
Técnico: Eli Landsem

Gols: Marta 22 minutos do primeiro tempo e aos 3 min do segundo tempo; Rosana no primeiro minuto do segundo tempo.

Público: 26 067

%d blogueiros gostam disto: