Mais uma final antecipada?

Este final de semana temos o jogo Cruzeiro x Internacional.

Mais um jogo importante para o campeonato, por ser um confronto direto entre o líder e o vice líder, afastados hoje por 6 pontos de diferença.

Muitos dizem que é uma final antecipada, mas… não disseram a mesma coisa quando o Cruzeiro enfrentou o São Paulo?

Esse, meus amigos, é o grande problema do campeonato por pontos corridos. A gente nunca sabe qual o grande jogo do campeonato. Muitos vão dizer que essa é a graça, que todo jogo vale igual, logo, vale muito, e que é um sistema muito mais justo de determinar o campeão.

Que é muito mais justo eu concordo, apesar de ser algo contestável. Afinal, é justo enfrentar o Cruzeiro agora sendo que alguns times o enfrentaram sem alguns jogadores titulares, pois estavam servindo a seleção? Dá pra dizer que é a mesma coisa jogar com o Sport em Recife agora, sem muita coisa que ele aspire no campeonato, como foi na primeira rodada, quando ele tentava uma colocação melhor (ou mesmo fugir do rebaixamento)?

O nosso calendário não é racional. Em algumas rodadas os times perdem jogadores para as seleções. Em outras, dedicam-se à Copa do Brasil, Libertadores, etc. Não são todas as rodadas em que os times podem competir com sua força e motivação máxima.

Ah, mas na Europa também é assim, os times disputam as copas, a UCL, etc, argumentarão os defensores do ponto corrido. Sim, mas em nenhum país da Europa temos mais que 3 ou 4 times grandes. Aqui no Brasil temos algo entre 8 e 12 times grandes, dependendo da interpretação de cada um. Isso significa que na pior das hipóteses, são 14 clássicos, nos quais os treinadores estão com a corda no pescoço e se perderem sabem que todo um trabalho pode ir água abaixo. Isso impede que haja um gerenciamento correto do elenco, poupando os principais jogadores em jogos de menor expressão, algo corriqueiro lá fora.

Voltando ao jogo do próximo final de semana, acho que essa história de “final antecipada” já foi banalizada. Toda semana temos um “jogo do campeonato”, e aí nenhum deles acaba realmente sendo, e o torcedor perde o interesse. Acredito que nesta partida, somente o Cruzeiro tenha condições de aproveitar como se fosse uma final. Afinal, se ganhar abre 9 pontos, e se perder, ainda tem uma rodada de folga, com os três pontos de vantagem (E sem mais nenhum confronto direto).

Insisto na ideia de que o campeonato já está decidido e o Cruzeiro será campeão. O time de Minas perderá, sim, alguns pontos até o final, mas seus concorrentes também. Precisaríamos ter uma arrancada fenomenal de alguém pra realmente brigar por alguma coisa.

Isso significa que o bicampeonato da equipe celeste tem menos valor? Não, muito pelo contrário. Pelo que vem jogando (finalmente consegui assistir a um jogo, e apesar do 0 x 0 contra o Sport fiquei impressionado com o toque de bola e a marcação por pressão cruzeirense) é uma taça que fica em excelentes mãos.

O que também talvez fica é a necessidade de revermos o formato de nosso principal torneio. Se não quiserem voltar ao mata mata, então que diminuam para 16 ou 18 equipes, pro torneio ficar um pouco mais equilibrado. A essa altura do campeonato já temos alguns times que não lutarão por nada, e ainda faltam 13 rodadas para o final.

E vocês, o que acham? O Cruzeiro já é campeão? Precisa voltar o mata mata? Comentem e Compartilhem!

Deixe uma resposta