Leonardo pode trocar a Inter pelo PSG

Ontem era apenas mais uma especulação dos jornais italianos. Hoje, porém, ganhou força e pode ser confirmada até o final do dia a saída de Leonardo da Inter de Milão. O brasileiro está próximo de aceitar o convite do PSG, da França, para assumir o cargo de diretor esportivo.

Leonardo se encontrou com dirigentes da equipe francesa em Doha, no Qatar. Para assumir o cargo, o ex-jogador receberá cinco milhões de euros por ano. Também participou da reunião o treinador do PSG, Antoine Kombouarè. Atualmente 70% do clube francês pertence ao grupo Qatar Sports Investiments, fundada pelo xeique Tamim Bin Hamad Al Thani. O brasileiro teve boa passagem no PSG na temporada 96/97, antes de se transferir para o Milan.

Já sabendo da reunião de Leonardo, Massimo Moratti, dona da Inter, entrou em contato com o argentino Marcelo Bielsa. Moratti, contudo, negou o telefonema: “Não teve ligação alguma para Bielsa. Vamos deixar clara a situação. Temos um treinador muito bom que se chama Leonardo”, disse. A ligação, entretanto, pode ter sido feita pelo diretor técnico, Marco Branca.

Leonardo está perto de trocar o agasalho pelo terno

 

Novo treinador da Inter

A decisão para o novo treinador da Inter, caso Leonardo deixe o clube, não será nada fácil. Primeiro porque o time já volta aos treinamentos dia 10 de julho. Segundo porque precisa definir o tipo de jogador que o novo treinador precisa e ir ao mercado.

Contudo, a ideia de trocar de treinador já havia passado pela cabeça de Moratti após a derrota para o Schalke, na Liga dos Campeões. O proprietário nerazzurro sondou Pep Guardiola, com o pensamento de oferecer a Leonardo um cargo de dirigente. Com a negativa do treinador do Barcelona, Leonardo foi mantido no cargo, conquistando a Copa da Itália.

Marcelo “Loco” Bielsa esteve próximo de vários times nos últimos meses, inclusive Roma, Real Sociedad, Sevilha e a seleção dos Estados Unidos. Pelo jeito estava esperando o convite de um time grande para, enfim, dar um salto na carreira. E a Inter, sem dúvida, é este time.

Bielsa no comando da seleção chilena

Deixe uma resposta