Imprensa italiana é bipolar

No último dia 26, a manchete dos jornais italianos dizia que Carlitos Tevez teria aceitado negociar com a Juventus. Apenas 24h depois, a manchete dos mesmos jornais diz que Tevez rejeitou negociar com a Vecchia Signora. O mesmo Tevez que há 10 dias era dado como certo na Inter em uma troca com Samuel Eto’o. Será uma mudança rápida de pensamento do argentino ou uma busca incessante por notícia dos jornais italianos?

O mesmo acontece com o atacante da Udinese Alexis Sanchez, que já foi dado como certo na Inter, Roma e Juve. Caso o jogador não se divida em três, é bem provável que pelo menos dois clubes irão ficar de mãos abanando. E o italiano Montolivo, da Fiorentina? Já assinou contrato com Inter e Milan. De quarta se apresenta no San Siro e no domingo no Giuseppe Meazza. Simples assim, imagino.

O motivo é que a imprensa italiana quer ajudar os times com reforços, ainda mais após os recentes fracassos nas competições européias e na queda de popularidade e nível técnico do campeonato italiano. Os jornais querem indicar possíveis contratações, querem que a notícia que não existe vire realidade.

Esse fenômeno acontece muito por essas bandas também, como é o caso da notícia dada pelo ex-jogador e dublê de comentarista Neto, da Band, de que o Seedorf já era do Corinthians. Não passou de um chute sem fundamento. Todos na Itália sabiam que o desejo do holandês era continuar no Milan. O meia de 35 anos ainda tem lenha para queimar, como mostrou nos últimos jogos do italiano, quando foi decisivo.

Uma coisa é certa: Tevez deve deixar o City

Sandlewood for few! Something that so had that needing http://pharmacyinca.com/ can service have spearmint I keep the combining?