Hora de decisão

Terminou a fase de classificação do Paulista, e agora com as oitavas de fina da Copa do Brasil, podemos dizer que o Palmeiras entrou naquele momento onde erros não serão mais perdoados.

O jogo de domingo contra o rebaixado Comercial, foi uma verdadeira aberração… o time estava completamente perdido em campo, errava passes fáceis, falhava na marcação, tanto que tomou um gol de contra-ataque por total desatenção do time. Custou a empatar, mesmo estando com 2 a mais, ainda tomou um gol e empatou no susto no final. Independente do time ter tido um gol muito mal anulado no final, que daria a vitória, a atuação pífia é de se chamar a atenção.

Díficil dizer o que acontece, pois parece que além de ter de ouvir as bobagens que saem na imprensa, visando justamente jogar outra crise no clube, as vezes parece que os jogadores de fato acreditam naquele monte de baboseiras que falam, pois o que se viu nesses jogos foi justamente o time sem confiança e com medo de perder e de falhar.

Se já houveram times/elencos que falharam, o time tem de saber diferenciar o que é aprender com os erros, de achar que porque aconteceu com um, que acontecerá com eles também.

O time terá a primeira prova domingo contra o Guarani, em uma “revanche” daquele primeiro jogo, onde foi derrotado por 3 a 1. Uma vitória já serviria para recupera a moral do time, que na quarta seguinte, encara o Paraná pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Apesar dos jogos horríveis e derrotas inexplicáveis, o time ainda perdeu quando poderia perder, e agora eles terão a chance de escolherem: se vão jogar com garra para ter um ano bom, ou jogar como vem jogando e aí sim dar razão a possíveis temores com mais um ano pífio. Depende apenas dos jogadores mudar esse cenário e domingo pode ser o divisor entre um ano promissor e mais um ano na fila.

Deixe uma resposta