Grupo-C – O mais imprevisível, mas que não deve passar das Oitavas…

As-Bandas-da-Copa-do-Mundo-Grupo-C

O título já é aquele para derrubar o colunista, mas a verdade é que o cruzamento foi muito cruel com as quatro equipes do Grupo C.

Colômbia, Costa do Marfim, Grécia e Japão, compõem, na minha opinião, o grupo menos previsível da Copa, qualquer um pode ficar em 1º ou último. No entanto, cruzar com Inglaterra, Itália ou Uruguai é para desanimar qualquer torcedor dessas seleções.

Na verdade, vendo assim, chego a conclusão que pior que ser de um grupo da morte, é cruzar com o grupo da morte. O que vale também para o Brasil, que enfrentará uma pedreira na segunda fase. Num grupo da morte se pode perder um jogo e recuperar, no cruzamento, não.

Isso porque, vejamos a cabeça-de-chave do grupo, a vizinha Colômbia. É um time muito bom de ver jogar, culpa do bom técnico Pekerman. Excelente eu diria. Se você acha que não o conhece, é só olhar esse sistema ofensivo da Argentina atual, que a muitos assusta e por na conta dele. Ele era foi treinador das categorias de base da Argentina que tinha Aguero, Dí Maria, Messi e mais…

Agora, além de ainda achar que é uma seleção que precisa de maturidade, perder seu maior craque deixa cicatrizes. Não que os outros atacantes não possam dar conta do recado, mas Falcão Garcia fará muita falta. E será decisiva sua falta caso a Colômbia enfrente um time como Uruguai ou Itália na próxima fase.

Depois temos a Costa do Marfim. Essa Copa é a última chance dessa geração apresentar alguma coisa. Depois de perder de maneira inexplicável as Copas africanas que disputaram e enfrentar dois grupos quase que intransponíveis em 2006 e 2010, o sorteio de 2014 deu a chance para Drogba e companhia tentarem se redimir e consagrar como a melhor geração marfinense.

Só que para isso, era necessário que os bons jogadores e os excelentes formassem um time, e isso não se vê, apesar dos vários anos juntos. Tenho certeza que Touré, se recuperado fisicamente, jogará muito nessa Copa, mas acho complicado que seja o suficiente para fazer os Elefantes passarem das Oitavas. E se for o leque de opções nas quartas fica entre Brasil, Espanha e Holanda. Não dá.

Meu palpite é que passam esses dois para a próxima fase, mas como já disse mais de uma vez, não ficarei surpreso se Japão e Grécia passarem.

A Grécia junto da Suíça formam as melhores seleções que não jogam futebol na Copa. Essa Grécia que foi campeã da Eurocopa há 10 anos, continua com uma defesa muito forte, e com jogadores daquela época, ainda.

E se a Colômbia e Costa do Marfim apresentam times muito fortes na frente, não podemos dizer o mesmo da defesa. E assim, uma bobeada de uma dessas duas equipes pode empurrar o Navio Pirata para as oitavas. De onde não devem passar.

Por fim, a seleção que creio ser a mais fraca do grupo. E digo literalmente. (Aplausos para quem consegue utilizar o literalmente de forma correta). Os japoneses terão pela frente equipes de jogadores muito fortes, os colombianos além de rápidos são duros, e nem se fale de marfinenses e gregos.

Honda e Kagawa são muito bons jogadores, e nem de longe culpados pelos fracassos de Milan e Manchester United, no entanto, em que pese crer que esse time pode, e deve incomodar no grupo, não creio que possam se classificar.

O ótimo de escrever a 2 dias de iniciar a Copa é vir aqui no domingo e desdizer tudo que escrevi. Ué, pode acontecer, estamos falando de futebol, não de uma ciência exata, mas cá entre nós, difícil fugir do que escrevi.

Para mim o jogo mais legal do grupo será Colômbia x Costa do Marfim, dia 19/06 em Brasília, mas creio que só saberemos quem passará na última rodada.

Agora é esperar sábado para ver.

Até lá.

 

Deixe uma resposta