Escolha uma Página

Jogando contra a Colômbia, o Brasil finalizou seu ano de 2012(superclássico não conta pra mim, para a preparação) com um
empate em 1 a 1.

Vendo esse último jogo, tenho sérias dúvidas quanto a real evolução da seleção brasileira durante esse ano. O time fez
diversos jogos de nível medonho, como Gabão, China, Iraque, África do Sul, Costa Rica… Os melhores foram contra Suécia,
México, Eua, Argentina(único realmente alto nível), Japão(que não é nada especial, mas está em nível acima dos outros
citados primeiro) e a própria Colômbia.

Saldo dos jogos de médio/alto nível: 3 vitórias, 1 empate e 2 derrotas.

Olhando assim até parece que o saldo foi positivo, porém se considerarmos que dentre as 3 vitórias, era uma Suécia sem o
Ibrahimovic(ou seja sem mais de meio time) e os jogos que não ganhou foram justamente contra os times mais fortes, chegamos
a questão: o que melhorou?

Vemos agora parte da imprensa puxa-saco dizendo que o Mano descobriu o esquema sem o “camisa 9”, porém ele foi testado
contra quem efetivamente? Apenas contra a Colômbia e não funcionou, pois o time sem referência não conseguia chegar com
perigo efetivamente. Funcionar contra times de “alto nível” como Iraque e China é uma coisa, porém esse esquema contra
França, Holanda, Alemanha, Espanha, etc é garantia de fracasso.

Uns podem dizer: a Espanha e Barcelona jogam assim… Se o meio do Brasil tivesse Xavi, Iniesta, Fábregas, Silva e xabi
Alonso(Espanha) e Messi(Barcelona), poderíamos começar a comparar… porém é até injusto com boa parte dos jogadores do
Brasil que ainda estão amadurecendo(casos de Neymar, Oscar, Lucas) em comparação a jogadores consagrados mundialmente e até
campeões mundiais.

A olimpíada foi mais uma prova de que o Mano é completamente perdido no comando, pois o time chegou até a final
principalmente graças as individualidades, pois o time jogava sem padrão e ia na base dos chutões e jogadas individuais
passando pelos adversários(conste-se que além de tudo, o único realmente de bom nível foi o México, justamente para quem
perderam.)

Com medo de perder o emprego, ele optou apenas por amistosos que nada trazem de benéfico ao time e aparentemente até a Copa
das Confederações, esse cenário não deve se alterar, porém lá não terá como escapar, pois fatalmente o Brasil cruzará com
Uruguai, Espanha ou Itália e aí sim saberemos o real nível desse time.

Olhando a parte positiva, vemos o Neymar jogando mais solto(aparentemente acostumou-se mais com o peso de ser cobrado), o
Oscar jogando muito mais do que o Ganso já jogou na seleção e a defesa que está pronta e no mínimo é das 3 melhores do
mundo(se não for a melhor) com o Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo, porém isso não é mérito do Mano, ele só
fez o óbvio.

A seleção ao menos saiu do zero, porém o avanço que ela teve foi muito pouco em relação ao ponto que ela já deveria estar
ao final da metada da preparação para a Copa 2014 e a não ser que em 2013 a coisa mude de forma drástica, dependeremos de
individualidades para fazer um bom papel no Mundial

%d blogueiros gostam disto: