Era o que faltava?

Sim! Acho que sim. Era exatamente esse tipo de jogo que pode ser a salvação da equipe avaiana.

Um jogo complicado, debaixo de chuva contra o líder e diante da sua torcida. Uma vitória de virada, com gol na raça, com golaço e com pressão no final.

Todos os ingredientes que eu disse que precisavam, tudo que junto pode ser a motivação que tanto eu dizia.

O jogo foi muito bom. Corinthians perdeu muito com a saída de Danilo, mas mesmo assim dominou completamente o primeiro tempo, talvez o erro alvi-negro seja não ter matado a partida na primeira etapa. Sobrou, parecia jogo de líder contra vice-lanterna.

Começa e segundo tempo e há algo diferente no time do Avaí. Parece que finalmente o time entendeu o que precisa fazer para sair dessa situação. Correr mais que todo mundo. Enquanto um corinthiano estava na bola, parecia que tinham 3 leões marcando.

O empate logo no início do segundo tempo facilitou a busca pela virada, numa boa jogada do ataque e com uma boa dose de vontade do craque da noite, Rafael Coelho, o Avaí virou antes ainda da metade do segundo tempo.

O terceiro gol avaiano, o mais bonito da noite nem pode ser descrito, vale a pena ver a arrancada do camisa 11 que resultou em um belo gol.

O Corinthians era mais time e nos acréscimos diminuiu com o incansável Jorge Henrique. Não foi o suficiente.

A diretoria não pode parar, existem bons nomes na Série B que podem auxiliar o time de Floripa, mas a torcida agora, ainda mais, tem que apoiar seu time, seus jogadores.

Ao Corinthians é refletir se o elenco é suficiente para o título, dois jogos e duas derrotas, ainda é líder, ainda é candidatíssimo, mas será que continua nessa levada?

O impensado, o inesperado aconteceu. Agora é acreditar e tirar o Leão dessa!

Deixe uma resposta