Em dia de Wesley, João Vitor é quem decide

Quarta foi um dia de festa, onde uma das grandes novelas de contratações desse começo de temporada, teve final feliz e o Wesley finalmente estava estrando no time do Palmeiras, porém o dia em que ele era a estrela, foi seu reserva muito menos badalado e contestado em muitos momentos, João Vitor, que roubou a cena e garantiu o gol da vitória por 1 a 0 contra o Paulista de Jundiaí.

Dizer que a partida foi algo atrativo seria um exagero, pois o jogo no primeiro tempo foi uma grande monotonia, os times estavam pouco inspirados e apenas o Palmeiras conseguia alguns lances de mais emoção. O estreante da noite até teve chance de deixar o seu, porém finalizou mal.

O segundo tempo mudou com a entrada do Daniel Carvalho, que em pouco tempo deu outra movimentação ao time e quase abriu o placar em um belo chute. O jogo acabou caindo de novo na mesmice do primeiro tempo, depois de algumas paradas demoradas devido a contusão de alguns jogadores, porém quando Wesley deixou o campo e o João Vitor entrou, o time voltou a ir pra cima e em um bom lance e uma finalização excelente, ele marcou o gol que garantiu os 3 pontos para o Verdão.

Acho que esperar muito dessa estréia era otimismo demais, pois o jogador apesar de bem preparado fisicamente, há meses que não joga e no Palmeiras ele não realizava coletivos, até pelo risco de contusão, portanto só o tempo mesmo para dar o ritmo adequado para ele. Deve assumir de vez o posto de titular em pouco tempo, mas por enquanto ainda deve alternar entre o time titular e o reserva.

O principal motivo de ele não ser peça cativa no time titular é o próprio João Vitor, que contra todas expectativas, vem mostrando a cada dia melhor futebol. O jogador que eu muitas vezes chamei de “jogador nada”, pois ele nunca tinha algo a acrescentar ao time, esse ano resolveu jogar e bem. Já foi destaque em clássico(contra o São Paulo), fora outras partidas que demonstrou uma evolução um tanto quanto inesperada. Vem marcando melhor, passando melhor, até lances individuais ele vem arriscando e acertando alguns inclusive, sem contar que com esse, já tem dois gols na temporada. Acredito que ainda é cedo pra dizer se isso é apenas uma fase, ou se de fato estamos vendo outro jogador agora, porém no momento dá pra dizer que ele tornou-se uma opção excelente para o elenco, já que pode entrar tranquilamente no time, sem que o mesmo perca em qualidade no meio-campo.

Valdívia se contunde, de novo e para por um mês

Sinceramente eu não sei mais o que falar sobre ele… ele vinha atuando de forma apenas razoável(o Daniel vem jogando muito melhor que ele), estava retomando seu melhor ritmo, porém novamente tem interrompida sua sequência de jogos por uma contusão, agora na coxa. Foi um investimento extremamente caro e desde que voltou ainda não deu nenhum retorno. Apesar de achá-lo um jogador de muito bom nível técnico, começo a não ter mais tanta certeza do quanto o time pode contar com ele, pois afinal o Palmeiras vai chegar na fase decisiva da competição estadual e justamente agora não poderá contar com um de seus principais jogadores. Vejo como importante e diria mais, necessária, a contratação de um meia para o Brasileirão, pois até o momento o Valdívia infelizmente é um jogador com o qual não se pode contar e ter apenas o Daniel Carvalho e o ainda irregular Pedro Carmona é muito pouco.

Deixe uma resposta