Com um a menos, Palmeiras segura bom empate contra o Coritiba

Em uma noite fria(cerca de 8 graus), Palmeiras e Coritiba fizeram um jogo que em nada lembrou o clima no Couto Pereira. O jogo apesar de não ter sido de um alto nível técnico, foi bastante disputado e em alguns momentos violento também.

O primeiro tempo começou com o Coritiba pressionando e o Palmeiras ficando mais atrás, buscando contra-ataques, porém não teve efeito porque aos 10 minutos o Coxa abriu o placar em gol do Jeci, depois de boa defesa do Marcos e sem ninguém pra pegar o rebote. O Palmeiras sem opção, partiu para o ataque e conseguiu reagir pouco tempo depois em mais uma boa falta cobrada por Marcos Assunção e contando com um desvio de Léo Gago. O que se viu depois disso foi um festival de erros do juiz, não dava cartões, exagerava em outros e ainda deixou de marcar um pênalti claro no Luan.

Veio o segundo tempo e não mudou muita coisa: poucas chances, os dois times marcando demais no meio campo e criando quase nada. As jogadas mais duras continuavam de ambos os lados e o jogo ia nesse ritmo, até que em um chutão muito mal dado por Maurício Ramos, a bola sobrou para o jogador do Coritiba e o Thiago Heleno acabou expulso para evitar que o mesmo chegasse cara a cara com Marcos. Acabou surtindo efeito, pois o lance não deu em nada, porém o que se viu do momento da expulsão até o fim do jogo, foi uma pressão absurda do Coxa, mas o Palmeiras mostrou porque é a segunda melhor defesa do campeonato e segurou um empate que até por essas circunstâncias pode ser considerado um excelente resultado.

 

Aqui os melhores momentos do jogo:

 

Sobre o jogo:

– Apesar de ainda cedo pra dizer se ele dará certo no Palmeiras, é notável a evolução do lateral Gerley. Ele nesse último jogo, já arriscou mais jogadas e principalmente teve boa participação defensiva

– Luan de contrato renovado(agora contratado por 5 anos), mostra mais uma vez porque o Felipão fez todo esforço que fez(brigando com a diretoria inclusive) para que ele ficasse. Ele participou de diversos lances ofensivos, sofreu um pênalti que não foi marcado e acho que algo que vi durante a transmissão vale como referência nesse caso: compararam os dois jogadores que mais correram de ambos os times e o Rafinha do Coritiba foi o que mais correu, com 7,3km percorridos, já o Luan foi o que mais correu do Palmeiras, com 9,4km percorridos, além de 11 arrancadas(o Rafinha não deu nenhuma). Acho que isso ilustra bem o que o Felipão fala sobre a entrega dele em campo.

– O Valdívia vem deixando muito a desejar desde que voltou da seleção chilena. Eu mesmo imaginava que pelas boas atuações lá, ele voltasse em um nível bem melhor aqui… Ainda não sei qual a razão desse fraco desempenho, porém creio que a tendência é que ele melhore com o passar dos jogos.

 

Deixe uma resposta