Escolha uma Página

Terminou o campeonato brasileiro no último domingo e tal como havia dito no último post, o Palmeiras tinha mais metade do objetivo a cumprir, ao derrotar o Corinthians e tentar atrapalhar seu título… porém nem venceu, nem o Vasco venceu também, ou seja, mesmo que tivesse ganhado, não alteraria o resultado final da classificação.

O jogo deu a entender um Palmeiras jogando pelo título e o Corinthians jogando recuado, visando apenas segurar um empate. Independente da questão de jogar com o regulamento embaixo do braço e do empate em 0 a 0, é muito pouco para um time jogar de forma covarde como foi no jogo. O jogo, tal como o do São Paulo, foi horrível e foi marcado pela pressão do Palmeiras e pelo jogo defensivo corintiano, que teve como único lance de real perigo, uma jogada na base do bumba-meu-boi, onde ainda reclamaram de um pênalti(inexistente).

Fora isso, ainda tivemos duas expulsões sem razão(minto a segunda teve, compensar o erro da primeira), que foram as de Valdívia e Wallace e  ao final uma briga que se originou depois da graça do Jorge Henrique(que pelo pouco que fez no campeonato, teve esse como seu único momento pra aparecer, devia tentar aparecer jogando, seria menos feio…), mas que rendeu só mais algumas expulsões e em nada alterou o resultado final.

 

Agora á parar e refletir, porque apesar desses 5 últimos jogos melhores, ainda é pouco, mas muito pouco para um time com a grandeza do Palmeiras, jogar apenas isso e passar boa parte do campeonato em pane, por conta de encrencas e problemas extra campo. Péssimo primeiro lugar não é posição que se preze, porém pelo que o time apresentou, tá mais do que justa.

%d blogueiros gostam disto: