Escolha uma Página

A seleção chilena, desde os tempos de Salas e Zamorano, vem sendo considerada uma seleção com jogo bonito, que busca sempre o ataque, porém na hora do vamos ver… sempre amarela.

Tendo o Brasil como grande carrasco(copas de 98 e 2010 são as maiores referências disso) além de jogos em eliminatórias, copa américa, etc. Agora, já sem o comando do “el loco” Bielsa, a seleção chilena busca fazer um bom papel e tentar, se não ganhar o título(que vai mto além das possibilidades deles), ao menos chegar nas fases finais(uma semifinal estaria de ótimo tamanho).

 

Aqui a lista dos convocados:

Goleiros:

Claudio Bravo (Real Sociedad-ESP)

Miguel Pinto (Atlas-MEX)

Paulo Garcés (Universidad Católica-CHL)

Defensores:

Gonzalo Jara (West Bromwich Albion-ING)

Pablo Contreras (Paok-GRE)

Waldo Ponce (Cruz Azul-MEX)

Arturo Vidal (Bayer Leverkusen-ALE)

Meio-campistas:

Marco Estrada (Montpellier-FRA)

Gary Medel (Sevilla-ESP)

Rodrigo Millar (Colo Colo-CHL)

Carlos Carmona (Atalanta-ITA)

Francisco Silva (Universidad Católica-CHL)

Maurício Isla (Udinese-ITA)

Gonzalo Fierro (Flamengo)

Matias Fernández (Sporting-POR)

Jorge Valdivia (Palmeiras)

Atacantes:

Jean Beausejour (América-MEX)

Felipe Gutiérrez (Universidad Católica-CHI)

Luis Jiménez (West Ham-ING)

Humberto Suazo (Zaragoza-ESP)

Alexis Sánchez (Udinese-ITA)

Esteban Paredes (Colo Colo-CHI)

Carlos Muñoz (Santiago Wanderers-CHI)

 

Olhando essa lista, tirando os já conhecidos dos brasileiros Valdívia e Fierro, sem dúvida nenhuma a dupla da Udinese, com o Isla e principalmente o Sanchez, são os grandes destaques, já que eles foram peças fundamentais na brilhante campanha da Udinese no italiano. Ele chega como um jogador supervalorizado e que praticamente todas as potências européias o querem, afinal ele é um atacante veloz e com grande habilidade, e cairia bem em praticamente qualquer time.

Acredito em uma participação apenas discreta da seleção chilena, pois em questão de time, pra mim ela é a sexta força(atrás de Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Colômbia) e se chegar de fato até a semifinal, pode-se considerar como quase um título, pois com o time que tem, cheio de falhas, onde alguns são muito bons e outros deixam a desejar, não se pode esperar muita coisa.

%d blogueiros gostam disto: