Arquivo da categoria: Outras seleções Americanas

Um Resumo do Grupo H

Ao iniciar a cobertura do grupo H disse que tinha tudo pra ser o grupo mais divertido dessa copa, e agora posso dizer, nunca errei tanto. Com exceção de uma partida (Argélia X Coréia do Sul) todos os jogos foram mornos, muito abaixo do nível da copa e praticamente todas seleções desse grupo decepcionaram, com exceção da seleção Argelina. Vamos a uma analise de cada integrante do grupo: Continue lendo Um Resumo do Grupo H

Eles estão chegando.

Escrevo este texto com um misto de felicidade e medo.

Não vou me alongar sobre o Grupo G, pois certamente o James fará isso aqui com muito mais conhecimento de causa. Quero fazer apenas um rápido comentário sobre a seleção dos EUA.

Eles por anos e anos ignoraram o futebol. Para eles, o futebol é um esporte praticado basicamente por mulheres. Porém, para quem está um pouco mais atento, há duas décadas o chamado esporte bretão vem crescendo muito na terra do Tio Sam.

Com a eliminação heroica (sim, uma eliminação pode ser heroica, quando frente a um adversário muito superior e vendida com muita braveza e dificuldade) na copa de 94 em pleno dia da independência, com um dos uniformes mais legais que já vi na história das copas, a impressão é que o esporte fosse deslanchar, mas demorou um pouco a mais.

O lendário jogador roqueiro Alexi Lalas na copa de 94.
O lendário jogador roqueiro Alexi Lalas na copa de 94.

Agora, com a chegada de grandes jogadores para a disputa da MLS e a participação de estado unidenses nos campeonatos europeus, é evidente o crescimento deles no cenário do futebol mundial.

O México, adversário tão temido por nós brasileiros, só veio para a copa devido a uma vitória dos EUA na última rodada das eliminatórias. Nesta copa, acredito que eles tenham chances de chegar às quartas, se bobear uma semifinal. Para as próximas duas ou três copas, acredito que estarão brigando pelo título.

O povo americano comprou a ideia do esporte, e como em tudo que os nossos vizinhos do norte participam, é para ganhar. A audiência na televisão já superou o baseball e o basquete, só falta ultrapassar a NFL. Para o jogo de hoje, foi decretado feriado para que o país pudesse acompanhar a luta contra a Alemanha.

Então, meus amigos, o recado está dado: eles estão chegando. E quando chegarem, quero ver segurar.

Barack Obama dando uma pausinha no trabalho para ver o jogo no Air Force One.
Barack Obama dando uma pausinha no trabalho para ver o jogo no Air Force One.