Arquivo da categoria: Copa Libertadores da América

Santos: o saldo do primeiro turno da Libertadores

Passados os três primeiros jogos do Santos na Libertadores, acho bastante válido fazer um breve resumo deles e comentar sobre desempenho e expectativas  do clube na competição:

The Strongest 2 x 1 Santos – Essa derrota nem de longe refletiu o que foi o jogo, porém o Santos pecou por excesso de erros de Neymar, Ganso, Elano, principalmente. Difícil saber se era questão de querer fazer gols bonitos, ou apenas um mau dia, porém essa derrota até inesperada pelo desenrolar do jogo, foi uma punição pelas falhas do time.

Santos 3 x 1 Internacional – Jogo que mostrou o porquê o Neymar é considerado disparado o melhor brasileiro em atividade, pois depois de fazer um golaço e deixar o jogo 2 a 0, o Inter diminuir com o Damião e dar a entender que o time santista acabaria sofrendo pressão, ele em seguida, foi e fez quase um “replay” do segundo gol: arrancou do meio e só parou no gol.  O time estava recuperado(pricipalmente na moral) da derrota na Bolívia.

Juan Aurich 1 x 3 Santos – Um campo pequeno, aquele gramado artificial, mais parecendo jogo de society do que campo. O time sofreu no início, saiu atrás, mas conseguiu se recuperar com um ótimo jogo de Ganso, que acabou sendo corooado com um gol.

 

O time santista terminou como vice-líder de seu grupo com 6 pontos, mesma pontuação do Inter e The Strongest, porém perde no saldo de gols para o Inter. Não acredito que apesar da pontuação do time boliviano, ele venha a ser uma ameaça da classificação dos brasileiros.

O Santos mostrou que está retomando o bom ritmo do ano passado, que o levou a conquista da última Libertadores, com jogadores como Ganso retomando a forma de antes das contusões e demonstrando melhor futebol a cada dia e principalmente o Neymar, que continua sendo o principal fator de desequilíbrio do time.

Acredito que a perda do Danilo de longe foi a mais sentida, pois apesar do Fucile ser um bom jogador, ele não tem a mesma qualidade ofensiva do atual jogador do Porto. O Juan é uma incógnita, pois saiu do São Paulo pela porta dos fundos, já que não conseguiu mostrar o futebol dos tempos de Flamengo e ninguém sabe qual lateral que chegou, porque se foi o do São Paulo, a torcida santista pode esperar fortes emoções…

A subida de produção do Ibson também foi importante na melhor do rendimento do time, pois desde que o Elano caiu absurdamente de rendimento, o Santos sentia falta de um jogador de meio que pudesse ajudar tanto na marcação e que tivesse qualidade na saída de bola, pois ano passado nem Henrique, nem o próprio Ibson vinham tendo atuações convincentes. Atualmente os dois subiram muito de produção, mas o ex-Flamengo ganhou a posição e ao que parece deixou de de vez o antes incontestável Elano no banco.

Dentre todos brasileiros, o time santista deve ser o de vida mais longa na competição, pois é o que ainda vem mostrando o melhor futebol e que conta com o maior fator de desequilíbrio dentre os elencos nacionais: Neymar.

 

Tem elenco e tem padrão

Padrão do time corinthiano.

Não tenho me animado a escrever aqui porque sinceramente o Campeonato Paulista não é muito passível de análises, por falta de competência técnica dos competidores.

Mas tenho observado algumas coisas no Corinthians que se confirmaram ontem na Copa Santander Libertadores.

Antes de mais nada, gostaria de deixar claro que ainda acho o Tite um técnico muito fraco para comandar o Corinthians. Porém, quando ele acerta devemos aplaudir e reverenciar.

Independente dos resultados dos jogos, que aliás é o que menos importa a essa altura, principalmente no Paulistinha, a equipe do Parque São Jorge tem mostrado que possui duas coisas muito importante no futebol atual: Padrão de Jogo e Elenco.

Mesmo mesclando várias vezes os jogadores titulares com os reservas, o Corinthians tem mantido uma forma de atuar, que gostemos ou não (eu, particularmente, prefiro um time mais agressivo) tem dado certo. Foi com o futebol “burocrático”, de toque de bola e muito 1 x 0 que o time chegou ao título brasileiro do ano passado, e tem mantido isso neste ano.

Pode-se argumentar que é um jogo feio, mas mantendo a posse de bola e marcando à frente do meio de campo, como fez ontem contra o Nacional do Paraguai, o Corinthians corre muito pouco risco, e sua defesa nem é verdadeiramente testada. Quando se fala da defesa pouco vazada, deve-se lembrar que estamos falando de um sistema, e não somente de dois zagueiros que fazem o trabalho sozinhos.

Além disso, é de se admirar o conhecimento sobre o elenco e a excelente utilização que vem sendo feita pelo técnico Tite. Priorizando a condição física dos seus atletas (vale lembrar que no ridículo futebol brasileiro pré-temporada é luxo), ele vem fazendo um rodízio e dando oportunidade a todos, e ninguém está jogando somente com o nome, têm ficado no time titular os melhores jogadores. Tudo isso sem que haja crise de ciúmes, chilique em público ou reclamações sobre a insatisfação de não jogar.

Sou um crítico contumaz dele, mas neste momento, palmas para o Tite.

Fluminense conhece o primeiro adversário no caminho do sonho das Américas

O Fluminense ira enfrentar na próxima quarta – feira dia 07  o Arsenal de Sarandi no Rio de Janeiro, o tima argentino empatou em 1 a 1 com Sport Huancayo nos 3.200 metros de altura da cidade peruana. O tricolor carioca que se reforçou para esta competição deverá ter a presença de Thiago Neves, ainda não se sabe se como titular no meio campo ou no banco de reservas, com a permanência de Wagner e Deco no setor de criação da equipe.

O time titular continua a preparação para a estréia na libertadores, volta a campo hoje as 22:00 no estádio do Engenhão pelo campeonato carioca contra o Boavista, time este que conta com diversos jogadores rodados pelo futebol brasileiro, com Ruy (Cabeção) e Lenny ( que jogou no próprio Fluminense e Palmeiras).  Especula-se que Thiago Neves possa fazer sua reestréia  pela equipe tricolor hoje, em busca de ritmo de jogo visando a libertadores.

O provável time que irá a campo hoje será: Diego Cavalieri,  nas laterais Bruno na direita e Carlinhos na Esquerda, a zaga formada por Leandro Euzébio e Anderson ( que estreou muito bem no jogo passado contra o Volta Redonda fazendo até gol)  o meio campo deverá ser formado por Edinho, Diguinho, Deco e Wagner ( podendo ter o Thiago Neves no decorrer da partida) e no ataque Rafael Sobis e o capitão Fred.

Mais01 informação importante ontem foi confirmado os empréstimos do Meia Marquinho para o Roma por 6 meses e do meia Atacante Martinuccio para o Villareal pelo périodo de 1 ano, com isto a Fluminense consegue diminuir ainda mais  o número de jogadores no elenco, uma vez que já deixaram o clube Ciro, Rodriguinho, Tartá e Diogo.