Arquivo da categoria: Flamengo

Copa do Brasil – oitavas de final

Depois das zebras da semana passada, onde Inter, Fluminense e São Paulo saíram de forma patética da Copa do Brasil(difícil dizer qual delas foi mais ridícula, apesar de eu achar que foram os 5 a 2 do Flu em casa), foi feito o sorteio com os 10 times classificados, mais os 6 oriundos da libertadores.

Agora analisaremos os confrontos e ver quais as maiores chances de classificação de cada um deles:

Continue lendo Copa do Brasil – oitavas de final

LRFE:Razão X Paixão

razaoxemocao

A Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte (LRFE) teve sua votação postergada para o mêsde Outubro, ou mais provavelmente, para depois das eleições. Há muita controvérsia neste assunto. Os dirigentes dos clubes solicitando o refinanciamento imediato das dívidas, para poderem sobreviver, literalmente, em alguns casos, como, por exemplo, o Botafogo. Do outro, contrários à lei nos atuais moldes, está o movimento denominado Bom Sen
so, dizendo que a regra cria subterfúgios aos dirigentes para que nada se altere no atual modus operandi da cartolagem. Continue lendo LRFE:Razão X Paixão

O Maior Carrasco Rubro Negro e Robinho

Ao longo dos 100 anos da equipe de futebol do Flamengo inúmeros foram os jogadores adversários que trouxeram tristeza para aquela que é considerada a equipe com maior número de torcedores do Brasil, no entanto, o maior causador de estragos rubro negros se apresentou da mesma forma que o Cavalo de Tróia.

Continue lendo O Maior Carrasco Rubro Negro e Robinho

Santos x Flamengo. Futebol brasileiro vive!!

Festa de Ronaldinho Gaúcho

Quem teve a chance de estar em casa, ou em qualquer outro lugar que tivesse acesso a uma televisão, e pode ver o jogo entre Santos x Flamengo na Vila Belmiro, pode ser considerado um privilegiado. Melhor ainda quem esteve na arquibancada, esse com certeza nunca esquecerá do que viu ontem a noite.

Para todos nós que lamentamos a saída precoce de muitos craques, a partida entre esses dois gigantes de nosso futebol é a prova de que todo esforço para manter nossas estrelas, como Neymar e Ganso, e repatriar outras como Thiago Neves e Ronaldinho Gaúcho, é mais do que válido. É necessária.

Pense em um espetáculo, onde o time da casa, com o seu estádio lotado, com a volta de suas estrelas que estavam na seleção, abre 3×0 em menos de 30 minutos, com seu grande, e ainda jovem craque, fazendo um golaço digno de cinema. Em seguida pense em um jogador que já foi por duas vezes o melhor jogador do mundo e está sob enormes desconfianças da torcida de todo país fazendo um gol de mero oportunismo após falha da zaga e descontando para os visitantes.

Ainda no primeiro tempo o time visitante consegue diminuir em um gol de cabeça, e quando tudo parece mudar de lado, pênalti marcado para o time mandante. Quem se encaminha para bater é um jogador que disputou a última copa do mundo, já ganhou 4 títulos pelo clube, inclusive 2 nesse mesmo ano, e é ídolo da torcida. Porém um parênteses, esse mesmo atleta acaba de voltar da disputa da copa américa pela seleção, e foi um dos que protagonizou uma aula de como não se bater pênaltis na eliminação do campeonato. Quando todos presentes esperam uma redenção, eis que uma jogada de extrema ousadia, e devido ao resultado, agora dizemos de enorme irresponsabilidade, o goleiro defende uma paradinha pessimamente realizada a ponto do arqueiro sair com a bola em seus pés sem ao menos segurá-la.

Momento de tensão na vila mais famosa do mundo, poucos minutos após, o time de maior torcida do país empata a partida, e vamos ao intervalo com 3×3, e um imenso sentimento de que vivíamos a história nesse noite de quarta feira fria.

Segundo tempo, como era de se esperar, temos lances de emoção, muita raça, muita habilidade e tudo que podemos esperar de um jogão como esse. Poucos minutos se passavam do início da etapa final, quando a promessa Neymar, em momento de extremo sangue frio, decide de cara com o goleiro e põe o peixe na frente, de novo. Essa hora, era nítido o sentimento pelo estádio, que não era o fim do jogo, muito ainda estava por vir. Eis que o lampejo do craque aparece. Ronaldinho Gaúcho que é considerado por muitos como o craque da última década, mostra que ainda tem lenha para queimar. Na frente da risca da grande área bate uma falta perfeita por debaixo da barreira, sem chances ao goleiro Rafael. Temos empate novamente, 4×4.

O que sucede esse momento nada mais é do que um show de disposição, de lances brilhantes e de salvas de palmas ao futebol. Como diria o Técnico do alvinegro praiano Muricy Ramalho, “a bola pune”. E dessa vez puniu os erros do time campeão da libertadores, e num contra ataque com a participação das estrelas, Thiuago Neves colocou Ronaldinho na cara do gol, que só tocou no canto esquerdo de Rafael e decretou a vitória rubro negra.

Segundo relatos da própria torcida santista, e evidentemente, de toda torcida brasileira, essa partida só teve vitoriosos. Podemos concluir, que sim, ainda assim é possível termos futebol bonito no país do futebol bonito.

Não é sempre que teremos essas partidas épicas, mas que poderiam ser corriqueiras, ah elas poderiam. É preciso termos mais neymares, gansos, thiagos, ronaldinhos, presentes em nosso campos. Fazendo um complemento para a descrição do jogo, a partida que tivemos no Couto Pereira, onde o São Paulo venceu o Coritiba por 4×3 em outra brilhante partida da rodada. Que tenhamos mais ocasiões como essas para louvar o futebol brasileiro. Isso faz bem para o ego da torcida, faz um bem para o ego de quem ama futebol.