Botafogo afunda diante do “Destroyer” Barcos, de novo.

Está virando rotina, Barcos decide novamente contra o Botafogo e o Palmeiras conquista sua primeira vitória fora de casa no Brasileirão, por 2 a 1(era para ter sido 3, mas isso citarei mais a frente).

O Palmeiras novamente sentiu falta de um meio campo mais criativo(Patrik continua sua sina de atuações sofríveis), porém o Fernandinho mesmo improvisado, conseguia ser um bom quebra galho e o time vivia basicamente dos contra-ataques, pois o Botafogo durante boa parte do jogo tomou a iniciativa do jogo.

Foi aí que o artilheiro de novo apareceu, depois de um cruzamento do Artur, o Obina acabou furando, ele dominou, cortou o zagueiro e chutou para abrir o placar.

Erro do jogo: time recuou demais e durante boa parte do tempo, apenas o Botafogo pressionava, tanto que acabou por empatar com um gol do Andrezinho.

O time então resolveu avançar mais(Daniel Carvalho voltou e mesmo fora de forma ainda é melhor que o Patrik) e em um lindo lance do Fernandinho(que pos a bola entre as pernas do zagueiro botafoguense) que tocou para o Barcos apenas empurrar a bola pro gol.

Ainda teve o lance mais bonito do jogo, onde o Barcos recebeu um passe atrás da linha da bola e onde o zagueiro estava muito à sua frente, cortou o zagueiro dentro da área e tocou com categoria por cima do goleiro, porém… o auxiliar alegou impedimento!!!! O lance acabou não tirando a vitória do time, mas 3 jogos seguidos com erros clamorosos contra o time é realmente de se preocupar com essa “boa vontade” da arbitragem contra o time. Não sou de acreditar em teorias da conspiração, mas continuar desse jeito vai ser difícil de acreditar em outra hipótese. São muitos erros, muito óbvios, seguidos e sempre contra. A ruindade geralmente pende para os dois lados, não tem sido bem o caso…

Esses absurdos a parte, o Palmeiras começa a recuperar-se no campeonato, para assim poder ter sossego e dedicar-se a Sul-americana, competição que o time tem boas chances de fazer um excelente papel.

Barcos com esses já chegou em 19 gols em 35 jogos, faltam apenas 8 para atingir a média prometida. Depois de tempos a procura o Palmeiras finalmente tem seu matador, que além de faro de gol, vem demonstrando muita categoria com belos gols.

Deixe uma resposta