Escolha uma Página

Primeiro jogo da Copa Sul-Americana entre Palmeiras x Botafogo e o Verdão, com uma atuação de gala de Barcos(com dois belos gols), garantiu uma ótima vantagem de 2 a 0 para a partida de volta, a ser disputada no Rio.

O time mostrou o mesmo problema de criação de jogadas, já citado anteriormente, muito em função de ter jogado sem um meia de ofício(o Felipão improvisou o Mazinho como meia e completou com João Vítor, Marcos Assunção e Henrique), porém a força defensiva mostrada na Copa do Brasil continuou a mesma. O Botafogo até conseguia criar jogadas, porém não tinha sucesso em transpor a defesa e nas poucas vezes que conseguiu, esbarrou em um Bruno cada vez mais inspirado.

A diferença fundamental do time desse ano do Palmeiras, é que dessa vez ele tem um atacante decisivo: Barcos. Além da grande participação dele, se movimentando, buscando jogo como de costume, em um cruzamento do Artur, ele domina já tirando o zagueiro e finaliza com categoria no ângulo. Depois em um lançamento que foge um pouco do habitual do João Vitor, ele domina, limpa o zagueiro e toca com categoria por cima do goleiro Jefferson, que estava um pouco adiantado.

Barcos chegou a 17 gols na temporada e faltam apenas 10 para ele atingir a meta que prometeu no começo do ano. Ele virou ídolo da torcida e não conseguiu isso por acaso: além da raça, entrega que demonstra durante toda a partida, ainda é um jogador de muita categoria(sabe finalizar bem com as duas pernas, tanto que cada um dos gols foi com uma) e frio na hora de decidir um lance cara a cara com o goleiro, não se intimida. Ele já é uma realidade e é o tipo de atacante que poucos clubes no Brasil tem.

Saindo um pouco da questão do jogo, quero comentar algo que já tem ficado realmente desagradável… praticamente todo dia e em diversos programas que vejo, falam que o time do Palmeiras é fraco, que é uma porcaria, que não tem jogadores de qualidade, que o título da Copa do Brasil(pasmem!!) foi sorte, entre tantas outras asneiras que essa imprensa ridícula fala.

O time do Palmeiras ainda carece de algumas peças, mas principalmente no meio, por causa das contusões do Valdívia e da irregularidade do Daniel Carvalho, porém fica a pergunta: Bruno, Thiago Heleno, Maurício Ramos, Juninho, Henrique, Marcos Assunção, Artur, Barcos, Mazinho, Obina, o próprio Valdívia, o Wesley quando voltar, são jogadores ruins ou de baixo nível? Poucos times tem um lateral do nível do Juninho ou tão forte na marcação como o Artur, o Thiago Heleno de tempos já vem mostrando um ótimo futebol, o Henrique de volante tem um poder de marcação e saída que não vejo primeiro volante no Brasil que faça os dois em tão bom nível(se marca muito, geralmente não sabe sair), Marcos Assunção dispensa comentários, assim como o Barcos já citado e o Obina que é opção. O Mazinho que ninguém dá o devido crédito, veio após o Paulista e já marcou 7 gols pelo time.

A parcialidade da imprensa é de muitas vezes dar nojo, pois o tempo todo vendem uma coisa que nem de longe corresponde com a realidade e ainda tem torcedores ignorantes que compram tal ideia.

Não estou aqui pra dizer que o time é perfeito, pelo contrário, acho que ainda precisa de peças para o ano que vem poder fazer uma boa Libertadores, porém acho que toda crítica e elogio devem ser justos… Contra o Coritbia o time jogou desfalcado e remendado nas duas partidas, ainda perdeu jogadores por contusão ou suspensão em ambos os jogos(e falamos dos principais jogadores do time, casos de Henrique, Valdívia, Barcos, Thiago Heleno), ainda sim venceu com propriedade o confronto contra um time que era taxado de favorito disparado.

Engraçado é analisar a incoerência, pois quando o time contrata desconhecidos, mesmo quando eles dão certo, o time não tem “caras conhecidas”, outros times quando fazem o mesmo, eles “descobrem talentos”.

Espero algum dia poder ver a devida imparcialidade nos programas esportivos, porém no formato atual e com as pessoas que os fazem, parece uma realidade muito, mas muito distante.

%d blogueiros gostam disto: