Escolha uma Página

Juventus tropeça novamente e Milan dispara no italiano

O campeonato italiano entra em sua reta final com pinta de já ter dono. Nesta última rodada, a 27ª do italiano, a Juventus conseguiu empatar de novo na competição, ao ficar no 0 a 0 com o Genoa, em Genova. Foi o 14º empate dos bianconeri na briga pelo Scudetto. Mais uma vez a choradeira rolou solta, após um gol mal anulado de Pepe.

O Milan, por sua vez, fez o dever de casa e ganhou do fraco Lecce por 2 a 0, gols de Nocerino e Ibrahimovic (golaço, por sinal). Por falar no atacante problemático, ele assumiu a liderança da artilharia com 19 gols. No final da partida, ofendeu verbalmente uma jornalista da Sky Sports que perguntou sobre sua briga com o treinador Allegri, após o jogo contra o Arsenal pela Champions League. Os assessores de imprensa do time tiveram que trabalhar rápido e soltar uma nota esclarecendo o fato.

Contudo, o campeonato ficou da seguinte forma: o Milan é líder com 57 pontos, quatro a mais que a Juventus. Na próxima rodada, os rossoneri podem abrir ainda mais vantagem, já que enfrentam o fraco Parma, fora de casa, e a Vecchia Signora pega a Fiorentina, em Florença.

Nos outros jogos da rodada, o Napoli venceu o Cagliari por 6 a 3 e encostou na briga pela Champions. Já a Inter voltou a vencer após um mês, 2 a 0 no Chievo, fora de casa. Fazia tanto tempo que a equipe de Ranieri não vencia, que o treinador até derrubou algumas lágrimas de emoção no apito final.

No sábado, um único jogo. A Roma visitou o Palermo e venceu por 1 a 0, gol de Borini, após ótimo passe de Lamela. O jogo foi meio sem graça, o que me rendeu até uns minutinhos de soneca no finzinho do primeiro tempo.

No domingo, duas surpresas: a Udinese perdeu para o Novara, por 1 a 0, fora de casa, e a Lazio conseguiu a proeza de levar três gols do Bologna, em casa. Os dois times perderam uma boa chance de encostar na Juventus. Agora, entretanto, já estão com medinho do surpreendente Napoli.

Nas outras partidas, o Catania venceu a Fiorentina por 1 a 0, o Siena bateu o praticamente rebaixado Cesana por 2 a 0 e Atalanta e Parma ficaram no 1 a 1, em Bérgamo. O italianão volta no próximo final de semana, com a 28ª rodada.

Juventus empata pela 13ª vez no italiano

Juventus empata pela 13ª vez no italiano

A Vecchia Signora definitivamente não vence mais. Ontem, jogando fora de casa, arrancou um empate suado por 1 a 1 contra o Bologna, em partida válida pela 23ª rodada do Scudetto, que havia sido adiada pela forte nevasca. Foi o 13º empate da Juventus no campeonato italiano.

Os torcedores bianconeri se perguntam se acabou a gasolina do time, na reta final da competição. São cinco empates nos últimos seis jogos. Contra o Bologna o time de Antonio Conte mais uma vez não jogou bem.

Pelo lado positivo, a equipe de Turim é a única invicta na Europa. Mas empatar 13 vezes em uma competição de pontos corridos pode ser crucial. Se tivesse vencido cinco jogos e perdidos os outros oito, teria mais pontos do que tem agora e estaria na liderança da competição.

Nas outras duas partidas do dia, Parma e Fiorentina fizeram um bom jogo e empataram por 2 a  2. Cesena e Catania, por sua vez, não terminaram o confronto com o mesmo placar que começou: 0 a 0.

Roma janta para esquecer derby

Como vem sendo costume nesta temporada, toda vez que a Roma entra em crise o time marca um jantar para afogar as mágoas. Após a derrota no derby della capitale, no último domingo, o time se reuniu em um belo restaurante de Roma para se acertar para o restante da temporada.

Totti chega para o jantar

O time já havia feito isso após a briga de Lamela e Osvaldo, a derrota para a Juventus na Copa da Itália e na precoce eliminação da Europa League. Após tantos jantares, fica uma pergunta: será que os jogadores não estão fazendo corpo mole para desfrutar da bela culinária italiana?

Europa League

A Udinese entra em campo hoje, pela Europa League, contra o AZ Alkmaar, da Holanda. Conhecido apenas com AZ em seu país, a equipe surpreendeu ao vencer o Anderlecht por 1 a 0 nos dois jogos. Já os italianos passaram pelo PAOK, da Grécia, após empate sem gols na partida de ida, em casa, e um belo 3 a 0, fora de casa, na terra dos Cavaleiros do Zodíaco.

Milan passa sufoco, mas garante vaga na Champions

Milan passa sufoco, mas garante vaga na Champions

Ontem, em Londres, o Milan passou um grande sufoco contra o Arsenal para conquistar sua vaga nas quartas de final da UEFA Champions League. O time italiano venceu a primeira partida, no San Siro, por 4 a 0, e poderia perder por até 3 a 0 para se classificar. E foi exatamente isso que aconteceu.

Em 45min a equipe inglesa marcou três gols, para desespero dos italianos. Sem dúvida passou um filme na cabeça dos torcedores rossoneri. Em 2004, como bem lembrou Carbonell, o Milan venceu o La Coruna por 4 a 1 no jogo de ida, mas conseguiu a proeza de perder o jogo de volta, na Espanha, por 4 a 0. Isso que o time contava com estrelas do calibre de Maldini, Kaká e Shevchenko.

Voltando ao jogo de ontem, no segundo tempo, o Arsenal mostrou forte cansaço e pouco atacou o Milan. Já na equipe italiana se via um desespero em passar a bola para o Ibrahimovic. Toda jogador rossoneri procurava o sueco para tocar. Ibra, por sua vez, mostrou-se muito egoísta com a bola nos pés e tentava resolver sozinho. Alguém precisa lembrar o atacante que o Arsenal não é o Palermo…

O destaque da partida, entretanto, foi o holandês Van Bommel, único jogador elogiado pela imprensa italiana nesta manhã. O volante dominou o meio de campo e segurou o ímpeto inglês. Quem ainda tinha saudades de Pirlo, certamente já não tem mais.

O técnico Massimiliano Allegri, contudo, aprendeu uma grande lição ontem: não inventar moda em jogos importantes. O treinador escalou o jovem El Shaarawy como titular no ataque e na lateral esquerda o novato Mesbah, que pouco atou desde que chegou ao Milan. Erros como o de ontem não podem ser repetidos, caso o Milan tenha como meta o oitavo título da competição.

Benfica também garante vaga

O Benfica também garantiu seu lugar na próxima fase na competição. A equipe lusitana bateu o Zenite, da Rússia, por 2 a 0, em casa. A partida de ida foi 3 a 2 para os russos, que são comandados pelo italiano Luciano Spaletti.

Mais dois jogos hoje

Hoje mais dois jogos completam a semana de Champions League. O praticamente classificado Barcelona recebe o Bayern Leverkusen podendo perder por até 2 a 0. Já o Lyon visita o Apoel podendo empatar para garantir sua vaga, já que o jogo de ida, na França, foi  1 a 0 para o time francês.

Milan goleia e abre vantagem; Lazio vence derby

Milan goleia e abre vantagem; Lazio vence derby

Sem muito tempo para falar da 26ª rodada do italiano, farei um breve resumo do que melhor aconteceu neste final de semana na velha bota.

A giornata começou no sábado, com o Milan vencendo o Palermo, na Sicilia, por 4 a 0, com direito a tripletta de Ibrahimovic, que marcou um gol para cada jogo que ficou de fora por suspensão. Além da vitória importante, os rossoneri abriram três pontos de vantagem para a rival Juventus, que ficou no empate por 1 a 1 com o Chievo, em casa.

A Juventus que começa a demonstrar não ter força para lutar pelo título com o Milan. Apesar da invencibilidade na temporada, a Vecchia Signora mostrou um futebol muito fraco nos últimos confrontos. Apesar de ter um jogo a menos, a sensação que fica é que o título será do Milan por mais um ano.

No domingo, o derby della capitale foi o destaque. A Lazio venceu a rival Roma mais uma vez nesta temporada, desta vez por 2 a 1, e assumiu o terceiro lugar na tabela. Luis Enrique, treinador giallorossi, saiu choramingando dizendo que gostaria de disputar um derby de igual para igual. O goleiro Stekelenburg foi expulso com 7min de jogo ao cometer pênalti em Klose.

Já a Internazionale, que não marcava há quase um mês, fez dois gols no empate contra o Catania. Os sul-americanos Forlàn e Milito salvaram os nerazzurri de mais uma derrota, após empatarem uma partida que já era dada como perdida. Depois de muitas temporadas, veremos uma Champions League sem a Inter.

O Napoli, jogando fora de casa, venceu o Parma por 2 a 1, com um gol irregular, e entrou na zona da Europa League.  A Udinese, contudo, perdeu o terceiro posto para a Lazio ao empatar sem gols com a Atalanta. O Siena bateu o Cagliari por 3 a 0, a Fiorentina venceu o fraco Cesena por 2 a 0 e o Bologna bateu pelo placar mínimo o Novara. Lecce e Genoa, por sua vez, ficaram no empate em 2 a 2.

O campeonato italiano volta na sexta-feira, com a 27ª rodada. Na quarta-feira, entretanto, Bologna e Juventus e Cesena e Catania se enfrentam em duelos adiados pela 23ª rodada.

Clássico continua rendendo na velha bota

Clássico continua rendendo na velha bota

Mesmo dois dias depois do clássico entre Milan e Juventus, a partida continua rendendo nos jornais italianos. Para começar, alguns jornalistas (torcedores do Milan, penso) questionaram o caráter  de Buffon. Para eles, o jogador como capitão da seleção e uma pessoa honrada, deveria ter dito ao árbitro que a bola entrou no polêmico gol que não foi.

O jogador, claro, disse que não faria algo do tipo e no momento do lance olhava apenas a bola, não sabendo se a “palla” tinha entrado ou não. O zagueiro Thiago Silva, do Milan, quando questionado sobre a decisão do goleiro, concordou com Buffon e disse que faria o mesmo.

Na verdade trata-se de uma grande hipocrisia, já que nenhuma pessoa no meio do calor do jogo falaria para o árbritro: “Professor, o sr. errou vergonhosamente, a bola entrou!”.

Já o zagueiro francês Mexés pegou três jogos de suspensão pelo soco em Borriello. A federação francesa, entretanto, já cogita tirar a faixa de capitão do atleta. Andrea Pirlo, que deu uma cotovelada em Van Bommel (será que fez isso pelo fato do holandês ter roubado seu lugar no Milan?) e Muntari, não sofreram punição.

Camisa nova

A azzurra apresentou o seu segundo uniforme para a Euro 2012. A faixa horizontal azul ficou bem bonita, dando um toque de modernidade ao branco clássico, segundo a opinião do estilista Fernando Rossini.