As camisas pesadas ainda entortam varal na copa do mundo

campeas-mundiais

Nessa copa do mundo de 2014 não tivemos nenhuma seleção que tenha se destacado 100% e atropelado todos adversários. Único time que não teve complicações sérias até aqui foi a Colômbia que ainda assim pegou um grupo C bastante fraco e um Uruguai derrubado pelo caso Suárez nas oitavas de final.

Porém, ainda assim vamos avançando as rodadas e o cenário continua o mesmo de outras edições anteriores de copa do mundo. As gigantes estão da mesma forma na disputa pelo título e os pequenos e médios vão caindo um a um ainda que os grandes tenham passado sufocos históricos e tenham contado com uma pitada absurda de sorte nos finais dos jogos. 

É inegável que a diferença técnica entre as campeãs mundiais e as demais seleções tenha diminuído bastante. É fato também que os jogadores dessas e das demais seleções jogam juntos em seus clubes, inclusive atletas de pequenas seleções também atuam na Europa, ainda que em clubes de menor expressão. Portanto é compreensível que não vejamos mais a mesma facilidade para que Brasil, Alemanha, Argentina, etc, vençam seus jogos.

Mas com tudo isso, com jogos emocionantes, prorrogações, disputas de penaltis e tudo mais, dos 8 classificados para as quartas de final da copa no Brasil, 4 são campeões mundiais (Brasil, Alemanha, França e Argentina) e temos ainda a Holanda que nunca foi campeã mas é considerada uma das grandes da história. Fora desse eixo temos apenas a sensação Colômbia,  a surpresa da copa Costa Rica e a ascendente Bélgica.

A única explicação para isso é a irredutível lógica que não existe explicação racional nenhuma a não ser a eterna mística do peso das camisas.  E isso ainda ganha jogo, e muito, ainda mais no maior torneio de futebol do mundo. É claro que temos fatores que ainda prevalecem, como a experiência, a técnica, o preparo físico, entre outros, mas nada disso explica a sorte e o poder de decisão que muitas vezes passa por cima de todas essas lógicas e define vitórias e classificações.

Afinal Futebol é isso, uma mistura de dezenas de fatores lógicos e mais uma centena de outros fatores que ninguém nunca vai conseguir explicar e muito menos entender. Mas eles existem.

 

 

Deixe uma resposta