Além dos Estádios

Eu, Diogo Cutinhola, abro espaço aqui no Em Cima da Linha a partir de hoje para algumas pessoas que irão escrever sobre a copa do mundo mas com um olhar diferente de nós colunistas. Cada um escreverá em cima de um contexto e um tema específico.

Para começar, hoje abro espaço para Rita Longobardi, 52 anos, corretora de seguros, e que falará sobre a copa do mundo na visão de quem não assiste futebol costumeiramente.

——————————————————————-

por Rita Longobardi

Ser tia de 4 meninos é viver praticamente tendo que saber tudo sobre esportes, principalmente futebol. Apesar de ser Santista de coração, confesso que não sou de assistir jogos, acabo achando um “pouco chato” , a sensação que é sempre a mesma coisa, principalmente quando vejo as rivalidades dos torcedores que muita vezes o jogo em si deixa de ter a sua devida importância. E se falarmos das redes sociais então desanima de vez, já excluí amigos por conta de tantos comentários homofóbicos…aff

Mas Copa do Mundo para mim tem um “gostinho” diferente, não é um Time e é sim uma Nação inteira que entra em campo deixando de lado as rivalidades, realmente todos vestem a camisa do seu país.

É contagiante demais vermos a diversidade dos povos, alegria pintada na cara , os ritmos de músicas, gritos de guerra , hino a capela e a crença que cada Nação carrega junto com sua equipe, não tem como não fazer parte dessa grande festa!!!! Inveja branca de quem esta nos estádios, independente do jogo, tenho a sensação que deve ser um momento único.

E quando me pego, lá estou eu assistindo todos os jogos, sendo contagiada pela galera que está nas arquibancadas, vibrando por cada jogada , gritando gol mesmo não sendo o meu Brasil, xingando juiz, vibrando com minha vizinha chilena , curtindo publicações nas redes sociais…..To viciada nos programas de esportes pelo formato que tem sido apresentado, não ficando apenas no jogo em si e seus jogadores mas sim apresentando a cultura de cada país, seus torcedores, etc.

Por iniciativa minha criamos um grupo no facebook chamado “Copa Mundo 2014 ” onde toda a família faz parte e até mesmo minha filha que está no México e meu genro nos EUA podem compartilhar esse momento que está contagiando todos nós. As postagens são as mais variadas possíveis, desde o que vamos comer durante o jogo até mesmo a ” situação” de cada país, porque continuo não entendendo muito bem as regras , mas para que me apegar a isso se o que vale mesmo é o Espetáculo!!!

Fizemos da casa da minha irmã nosso Camarote FIFA onde nos reunimos para os jogos do Brasil, com direito a Muita Festa, Alegria, Grito de Guerra, cornetas, apitos , duelo de cornetadas entre os vizinhos, sem contar os comentários hilários que vamos falando durante o jogo, deixando os ” entendidos” muito bravos!!! srsrsrs

Afinal, Copa Mundo é muito mais que um bola rolando em campo, são milhões de corações no mesmo compasso!!!

Rita na direita, com a Lu noiva do seu sobrinho e o filho dela Gabriel.
Rita na direita, com a Lu noiva do seu sobrinho e o filho dela Gabriel.

Deixe uma resposta