Escolha uma Página

Texto escrito pelo nosso amigo Tercio Bamonte:

As redes sociais são um poço de mentiras, vaidades e futilidades.

Me peguei estes dias lendo manchetes e memes medíocres, dizendo que o Brasil não liga mais para a Seleção.
Mas isto não é verdade.

O que acontece é que uma boa parcela do brasileiro só liga para o futebol quando seu time está ganhando. Ou só liga para determinado esporte, quando o Brasil está em evidência. Assim foi com a Fórmula 1, que teve seu ápice de audiência com Piquet e Senna. Quando perceberam que Barrichello não era um vencedor, e que Massa não dava pro gasto, deixaram a velocidade de lado.

Isso aconteceu com basquete, vôley, judô, ginástica artística…

Brasileiro só quer saber do primeiro lugar. Pouco importa se Barrichello é um dos pilotos mais respeitados do mundo, ou se Massa tem seu nome gravado num panteão seleto que poucos conseguiram chegar. O que interessa é o pódio, o ouro, o título.

O raro valor que se deu aos perdedores foi para a Seleção de 1982. Ah! Aquilo que era futebol. Pena que perdeu (pronto, já estragou tudo….o brasileiro com a síndrome do vencedor).

Depois do 7×1, o Brasil levou um inédito ouro olímpico, mas esse é um título menor, não é? O que interessa é só o supra sumo…ganhar do mundo inteiro, aparecer.

Isso a gente vê também nos estádios. Quando o time vai bem….a coisa enche…todo mundo quer mostrar que é gigante. Quando vai mal…nem o salário do bandeirinha se paga direito.

O Brasil volta a ligar para a seleção lá pelas quartas de final…quando vislumbrar que tem chance de se achar campeão de novo. E se ganhar a Copa então…vai estampar a sexta estrela no peito e cantar EU….SOU BRASILEIRO, COM MUITO ORGULHO….COM MUITO AMOOOOOR.

Paciência. É este o nosso retrato de hoje. Quem sabe amanhã a gente dê mais valor para o atleta, que é um ganhador só por estar lá, vestindo a nossa farda.

VAI BRASIL!

%d blogueiros gostam disto: