A coisa ficou preta para o Grêmio

Ontem foi um dia histórico no futebol brasileiro, pois o Grêmio foi julgado pela acusação de racismo de sua torcida, depois das muitas ofensas proferidas ao goleiro Aranha e foi punido com a eliminação da Copa do Brasil, ainda tomou mais uma multa. Os outros punidos foram os torcedores identificados, que levarão um gancho de 720 dias sem poder ir ao estádio acompanhar qualquer jogo que seja do Grêmio, além de o juiz ter sido suspenso por 90 dias e o bandeirinha por 60.

Pode-se levantar talvez a questão do peso da punição(a exclusão, por se tratar de uma competição de mata mata), mas não se pode negar que de fato foi a primeira vez que vimos uma punição efetiva e principalmente pesada contra esse tipo de atitude lamentável.

Já vi gente criticando o fato dessa repercursão dizendo que isso faz parte do jogo e tudo mais, porém ainda que faça parte, vale a seguinte ressalva: isso valeria se fosse entre os jogadores, dentro de campo, um xingando o outro perto e isso não saindo dali, até porque é mais do que sabido que eles se xingam durante o jogo. A torcida manifestar-se dessa forma já entra em uma outra questão, pois é claramente notável que não é uma coisa “de jogo”, mas sim algo focado em menosprezar, desrespeitar o jogador e principalmente o ser humano em questão, basicamente por ele ser de outra cor.

As pessoas muitas vezes esquecem que não existe “raça preta” ou “raça branca”, apenas pessoas de cor preta, branca, uns rosados, outros amarelos, porém a nossa raça é a mesma: humanos, ou homo sapiens sapiens, para algo mais científico, além do que, temos como parentes próximos justamente os macacos e isso vale tanto para os pretos como para os brancos.

Chamou muita atenção nesse caso, a punição aos torcedores que fizeram isso, pois normalmente eles nunca eram punidos, nem pagavam por nada, apenas o clube, porém nesse caso, os dois(clube e torcedores) foram punidos de forma rigorosa. Conversando com o pessoal do site ainda surgiu a questão: eles farão esse controle em todo jogo do Grêmio? De fato espero que sim, senão ficará aquela punição jogada ao vento sem resultado efetivo.

Vale ainda a citação a punição ao árbitro, que nada destacou na súmula, o que é lamentável, pois foi omisso com a situação.

Me impressionou o fato de pela primeira vez o STJD ter tomado uma decisão realmente interessante, diferente das que tradicionalmente eles tomam(visando muito mais aparecer do que outra coisa), parabéns a eles nesse caso, afinal também é preciso reconhecer quando eles dão uma bola dentro.

O que pode mudar em relação ao racismo com essa punição(e claro se tudo for mantido e nada amenizado)?

Opinião: de cara ainda não deve mudar muito, porém já deve deixar os torcedores e clubes mais alertas ao risco de aparecer esse tipo de imbecil, além do que a própria torcida começará a inibir esse tipo de gente, pois saberá agora que qualquer coisa do tipo pode resultar em um prejuízo imenso ao seu time, ou seja a torcida mesmo será a reguladora para evitar a manifestação desse tipo de idiotas.

Espero de verdade que esse caso vire exemplo para que outras coisas lamentáveis, como brigas, invasões, agressões, entre outros possam ser punidas com o mesmo rigor,  e os estádios deixem de ser essa terra de ninguém que são hoje em dia.

Deixe uma resposta