25 vezes Ferguson

Nesta semana o Sir Alex Ferguson comemorou a incrível marca de 25 anos no comando do poderoso Manchester United, para coroar esse feito postarei 25 fatos da carreira e da vida do melhor técnico da história do futebol.

    1. Escocês nascido em Glasgow no dia 31 de dezembro de 1941, Alexander Chapman Ferguson, mais conhecido como Sir Alex Ferguson, além de técnico também foi um bom centroavante.
    2. Começou a carreira no pequeno Queen’s Park de Glasgow, e após grandes temporadas pelo mediano Dunfermline nas quais marcou 66 gols em 88 partidas, foi contratado por seu time de coração, o Rangers.
    3. Chegou ao Rangers com status de ídolo, e dentro de campo correspondeu marcando mais de 1/2 gol por jogo, porém uma polêmica em sua vida pessoal encurtou sua passagem pelo clube protestante de Glasgow. Apesar de ser de família protestante (o que na época era pré-requisito obrigatório para jogar pelos Rangers) Ferguson se casou com uma mulher católica, o que gerou um profundo mal-estar no clube. Após afirmar que havia se casado por amor e que era casado com Cathie e não com a igreja ou com o clube, acabou sendo forçado a deixar os light blues e se transferir para o Falkirk.
    4. No Falkirk acumula as funções de jogador e treinador, mas após a contratação de outro técnico, volta a ser apenas jogador.
    5. Após encerrar a carreira no Ayr United, inicia sua carreira de treinador no pequeno East Stirlingshire, um clube tão modesto que sequer tinha um goleiro de ofício, mesmo com todas essas limitações fez um grande trabalho que o levou a um clube maior, o St Mirren.
    6. No St Mirren fracassou e acabou despedido, mesmo assim os dirigentes do Aberdeen viram seu talento e resolveram apostar no talento do até então desconhecido e inexperiente Ferguson.
    7. Assumiu o Aberdeen em 1978 e começou a série de incríveis façanhas que se tornariam rotina em sua carreira. O clube não ganhava um título há longos 23 anos e em 8 temporadas no clube ganhou nada mais que: 3 campeonatos escocêses, 4 copas da Escócia, 1 copa da liga, 1 recopa européia e 1 super copa da europa. Isso com um clube mediano, em um campeonato dominado por 2 clubes (Rangers e Celtic) que monopolizam praticamente todos os títulos do país.
    8. Após comandar a seleção escocesa em grande campanha na copa de 1986, Ferguson teve a grande oportunidade de sua vida, assumindo o Manchester United.
    9. No início o  Manchester passou por grandes dificuldades e em sua primeira temporada acabou apenas em 11° lugar.
    10. Disciplinador, logo ao assumir os red devils tocou o terror afastando os astros beberrões Norman Whiteside, Paul McGrath e Bryan Robson.
    11. Na temporada seguinte, com alguns bons reforços, Ferguson levou os red devils ao vice campeonato inglês.
    12. Na temporada 89/90 a equipe alternou um longo período entre empates e derrotas e chegou a sofrer uma acachapante goleada de 5 a 1 para o arqui-rival Manchester City.
    13. Ainda na temporada 89/90 Ferguson teve seu trabalho questionado por grande parte da torcida que não aceitava ver um trabalho de longos 3 anos ainda não apresentar nenhum grande resultado.
    14. Em uma consulta informal a dirigentes do Leeds, Ferguson perguntou meio que de brincadeira sobre o atacante francês Eric Cantona, acabou contratando o jogador que mudou a história do Manchester united, transformando-o em um dos maiores clubes do mundo.
    15. Em 1999 na final da Champions league contra o forte time do Bayern de Munique colocou no final da partida os atacantes Ted Sheringhan e o norueguês Ole Gunnar Solskjaer. E aos 43 minutos do segundo tempo os bávaros venciam a partida por 1 a 0, mas a partida acabou 2 a 1 para os red devils com gols de Sheringhan e Solskjaer.
    16. Apesar de seus detratores o acusarem de ser mais um gerente do que um técnico propriamente dito, Ferguson não apenas comanda a parte tática do time, como também fez fama como criador de surpreendentes jogadas ensaiadas, as quais seus auxiliares obrigam os jogadores a repetir exaustivamente em treinamentos.
    17. Apesar de assumidamente míope, tinha o hábito de ver partidas sem óculos, até que após uma derrota entrou nos vestiários “cuspindo abelhas africanas” pra cima do goleiro dinamarquês Peter Schmeichel que supostamente havia falhado em um gol. Após a educada explicação do goleiro de que a bola havia desviado, Ferguson retrucou dizendo: “Só se desviou na sua mãe”. No dia seguinte Feguson viu o gol (e o desvio) pela TV em sua casa, pediu desculpas para o goleiro e nunca mais voltou a acompanhar uma partida sem óculos.
    18. A fama de durão não é à toa, após uma discussão com o astro David Beckhan, arremessou uma chuteira no jogador, cortando-lhe o supercílio.
    19. A quantidade de títulos de Ferguson no Manchester United é simplesmente surpreendente, são: 12 campeonatos ingleses, 5 copas da Inglaterra, 4 copas da liga, 7 super copas inglesas, 2 títulos da UEFA Champions League, 1 recopa européia, 1 super copa da Europa, 1 copa intercontinental e 1 mundial de clubes.
    20. Quando assumiu os red devils o maior campeão ingês era o Liverpool com 16 títulos, enquanto que o Manchester United tinha ganho o campeonato inglês 7 vezes.
    21. Hoje o Liverpool possui 18 títulos, enquanto que o Manchester é o maior campeão inglês com 19 conquistas.
    22. Assim como o histórico Matt Busby, Ferguson revelou grandes jogadores nas categorias de base, fazendo com que os garotos revelados por ele ganhassem o apelido Ferguie babyes em homenagem aos Busby Babyes revelados por Matt.
    23. Se entre os Busby Babyes surgiram talentos como George Best e Bob Charlton, os Ferguie Babyes David Beckhan, Paul Scholes, Gary Neville e etc não ficam atrás.
    24. Em 25 anos comandou os red devils em muito mais de 1000 partidas e escalou o craque Ryan Giggs mais de 800 vezes.
    25. Assumiu um clube já grande e de história centenária, e em 25 anos conseguiu aproximadamente 2/3 das conquistas do clube.

Encerro a homenagem a um dos maiores vencedores do futebol com uma frase de minha autoria: “Ferguson não é o Pelé dos técnicos, Pelé que é o Ferguson dos jogadores.”

Deixe uma resposta